20/08/2017

Galeria

Mamíferos Parmalat

Em 1996, a DM9DDB lançou uma das propagandas mais eficientes e simpáticas da década de 1990: os Mamíferos da Parmalat. Criada por Nizan Guanaes e pelo criativo gaúcho Erh Ray, a campanha mostrava crianças entre 03 e 04 anos de idade, bebendo leite da Parmalat, mas vestindo roupas de pelúcia imitando animais como leão, macaco, elefante, rinoceronte, gato, cachorro, entre outros. Ao mesmo tempo, fazia uso de um jingle muito envolvente: se você vivia no Brasil há 20 anos, é provável que ao ouvir que “o elefante é fã de Parmalat” já complete automaticamente com “o porco cor-de-rosa e o macaco também são”!

A campanha durou três anos. Em 1998, para a Copa do Mundo da França, chegou a ter a participação do jogador Ronaldo em um comercial. No entanto, seu maior “fenômeno” foi a promoção dos “bichinhos da Parmalat”.  Para ganhar um animal de pelúcia dos mamíferos dos comerciais, os clientes tinham que juntar códigos de barras dos produtos da marca. Era prevista a distribuição de 300 mil bichos. No entanto, foi preciso aumentar a produção para 15 milhões de unidades. Em um único dia (05/05/1998), 500 mil animais de pelúcia foram distribuídos em todo o Brasil. A ação foi considerada a maior troca de brindes da história do País.

Mesmo quem não tinha os bichinhos de pelúcia pegou, de alguma forma, a “febre Parmalat”. Mães vestiam os seus filhos com roupas dos mamíferos para fazer fotos. Até adultos adotaram a ideia, e fantasias dos animais ficaram populares.

Os resultados comerciais também foram impressionantes. O faturamento da Parmalat aumentou exponencialmente depois da campanha, passando de R$ 38 milhões para R$ 1,87 bilhão por ano. A Parmalat se consolidou entre os três maiores grupos alimentícios do Brasil. No entanto, devido a fraudes financeiras, a matriz europeia pediu falência em 2003. A subsidiária brasileira, após recuperação judicial, passou pelas mãos de vários grupos até ser adquirida em 2014 pela Lactalis, companhia francesa que já detinha os direitos da Parmalat europeia.

Se a empresa enfrentou problemas, a campanha publicitária que a alavancou no Brasil nunca deixou de fazer sucesso.Outros países, como Chile e China, também usaram a ideia para fazer o comercial da marca. Em 2007, no Brasil, foi realizada uma reedição pela Africa que apostou na “evolução dos mamíferos”, mostrando as crianças originais já crescidas. Já em 2012 houve a campanha “Porque nós somos humanos” pela Santa Clara. O comercial era narrado por um dos “mamíferos”.

Finalmente, em 2015, a agência BETC, capitaneada por Erh Ray, criou uma nova campanha com o slogan “Todo mundo é fã de Parmalat”, onde os mamíferos eram mascotes de espécies típicas do Brasil, como o bicho-preguiça, lobo-guará e tamanduá. A campanha também usou um aplicativo que permitia transformar o usuário em um dos bichinhos.

mamiferos parmalat propaganda

Recomendados