“Sobre Marias e Terezas” terá sessões gratuitas no Centro Histórico de Porto Alegre

COMPARTILHAR
Um dos principais pontos turísticos de Porto Alegre servirá de cenário para exibir um pouco da história da periferia da cidade. Na próxima sexta-feira, o curta-metragem Sobre Marias e Terezas será projetado na escadaria da Igreja das Dores. Produzido pelo Coletivo das Flor, o documentário ficcional foi totalmente rodado na Lomba do Pinheiro. No domingo, às 19h, a projeção será no jardim do Museu Joaquim José Felizardo. Antes dessas exibições, o grupo irá promover performances que unem dança, teatro, música e irão utilizar adereços produzidos para o filme.
Com 22 minutos de duração, o curta-metragem explora um tema universal: o papel da mulher na sociedade. Mesclando ficção e realidade, o roteiro expõe o dia-a-dia e a trajetória de duas moradoras, a comerciante Maria (Maria Ilça Prusch Marques) e a cuidadora de crianças Tereza (Cleny Terezinha Franco), como é conhecida pelos vizinhos. Compõem ainda essa narrativa a atriz Eveliana Marques (filha de Maria) e o mecânico aposentado Hélio Franco (marido de Tereza).
“A história dessas três mulheres fala dos desafios e das potências do feminino na sociedade brasileira, na Lomba do Pinheiro. São histórias que se confundem e se completam, ao mesmo tempo. Muitas delas compartilham a experiência da maternidade, chefiam as famílias e também trabalham no bairro, que viram crescer”, explica a diretora Luciane Panisson.
Em tom poético e teatral, o filme traz depoimentos e cenas que ilustram os hábitos, a religiosidade, as paixões, frustrações e as relações afetivas de quem vive na região. Na tela, esse universo plástico ganha cores e texturas nos figurinos de Margarida Rache, também responsável pela direção de arte. Os sons do bairro são recriados na trilha original de Ismael Corrêa de Oliveira, que valoriza instrumentos de percussão. Já a música tema foi composta e interpretada por Álvaro Vilaverde e contou com a participação da Orquestra do Instituto Popular de Arte-Educação, regida por Rafael Marques, além dos músicos do Coletivo Das Flor – Eduardo Hernandes, Mateus Ávila e Vini Silva. O elenco é composto ainda por Ekin, Juliano Barros e Júlia Ludwig.
Ficha técnica – Sobre Marias e Terezas
Direção: Luciane Panisson
Roteiro: Luciane PanissonJuliano Ramos e Vitória Monteiro.
Assistente de Direção: Eduardo D. Piotroski
Coordenação de Produção: Liége Biasotto
Produção Executiva: Leandro Elgelke
Direção de Produção: Clarissa Virmond
Assistente de Produção: Tatiane Enzweiler
Direção de Fotografia: Caio Rodrigues
Assistente de fotografia: Maurício Borges
Direção de Arte e Figurinos: Margarida Rache
Maquiagem: Juliano Barros
Som Direto: Tomaz Borges
Making of e fotografia still: Thiago Lázeri
Entrevistados: Cleny Terezinha FrancoEveliana Marques (Ekin), Hélio Ferreira Franco e Maria Ilça Prusch Marques.
Elenco: Eduardo HernandesEkinIsmael Corrêa de OliveiraJúlia Ludwig, Juliano BarrosMateus Ávila e Vini Silva.
Trilha Sonora Original: Ismael Corrêa de Oliveira
Músicos Coletivo Das Flor: Álvaro VilaverdeEduardo Hernandes, Ismael Corrêa de OliveiraMateus Ávila Vini Silva.
Músicos Orquestra IPDAE: Brenda Daniely Silva de SouzaBruno Santos dos SantosEliza do Amaral LopesElizander Dutra da CunhaLucas Duarte da SilvaLuciano Gularte Corrêa, Luis Cláudio Silva do Amaral Guerin, Priscila de Souza Pinto e Rafael Marques.
Música-Tema Marias e TerezasÁlvaro Vilaverde (autor), Orquestra IPDAE e Coletivo Das Flor (execução), Rafael Marques (arranjo orquestral) e Coletivo Das Flor (arranjo de percussão).
Gravação de Trilha Sonora: Pedro Mariano Wortmann
Montagem: Eduardo D. Piotroski
Edição de Som, Mixagem e Correção de Cor: Kevin Agnes
Designer Gráfico: Paula Lix
Tradução: Vitória Monteiro
Acessibilidade: Mil Palavras
Produção: Dos Gardenias Produções Artísticas Ltda.
Co-Produção: Pátio Vazio
Realização: Coletivo Das Flor
Financiamento: Fumproarte – Secretaria Municipal de Cultura/Prefeitura de Porto Alegre
Duração: 22 minutos
Classificação etária: livre
SESSÕES GRATUITAS
28/09, sexta-feira, às 19h30min e às 20h, na escadaria da Igreja das Dores (Rua dos Andradas, 587 – Centro Histórico) com performances antes das exibições
30/09, domingo, às 19h, no jardim do Museu Joaquim José Felizardo (Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa) com performances antes da exibição
08/10, segunda-feira, às 19h, no CineBancários (Rua General Câmara, 424 – Centro Histórico)
Foto/destaque: Thiago Lázeri