SKOL cria movimento para mudar a forma como a mulher brasileira é representada nas buscas da internet

COMPARTILHAR

A campanha tem início na sexta-feira, dia 8, com um vídeo nas redes sociais de SKOL. O site entra no ar no dia 20. Até lá, qualquer pessoa pode indicar as personagens a serem homenageadas com comentários nas redes sociais da marca com a expressão #mulheresnabusca.

“Não é legal ver que quando buscamos na internet imagens de mulheres brasileiras, o foco principal está nos corpos. Nosso objetivo aqui é mudar essa percepção e mostrar que elas podem ser o que quiserem. Temos muitas qualidades que merecem ser ressaltadas. Nos últimos anos, SKOL já tem deixado de lado esse estereótipo para dar luz ao que realmente importa, que são as conquistas delas na sociedade. A roda não pode parar de girar nessa caminhada”, afirmou Maria Fernanda Albuquerque, diretora de marketing de SKOL.

A marca tem encampado campanhas de valorização da mulher na sociedade e a quebra de preconceitos. SKOL, assim como as pessoas e a sociedade, tem vontade de evoluir sempre, unir o maior e mais diverso número de pessoas e deixar para trás antigos padrões que não a representam mais. Assim, propõe mais uma vez uma discussão para promover uma mudança real na forma como a mulher é retratada.