SindiRádio e Sindicato dos Radialistas definem Convenção Coletiva de Trabalho

COMPARTILHAR

O SindiRádio – Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS e o Sindicato dos Radialistas do RS acabam de concluir as negociações da Convenção Coletiva de Trabalho 2018/2020. A assinatura ocorreu na segunda-feira, 21 de janeiro, e, agora, o acordo será homologado, nos próximos dias, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com validade de dois anos. O documento na íntegra já pode ser conferido pelo site do SindiRádio, em www.sindiradio.org.br/convencoes/cct-radialistas-rs-20182020-transmitida.pdf.

Com a CCT, o índice de reajuste total negociado foi de 5%, sendo 4% (INPC) a partir da data-base (01/11/2018), e mais 1% a partir de 01/04/2019, sobre o salário de outubro/2018, para funcionários com salário de até R$ 3.000,00. O acordo também estabelece os pisos salariais, que variam de R$ 519,23 (menor aprendiz) a R$ 1.499,80 (capital grupo II).

O acordo ainda estabelece que na próxima data-base (novembro/2019), todas as cláusulas econômicas sejam corrigidas pelo INPC acumulado do período (novembro/2018 a outubro/2019).

Para a presidente do SindiRádio, Christina Gadret, a negociação complementa a intensificação do trabalho da entidade nos últimos dias. “Estamos em um período de conclusão de diversos acordos e, após intensos diálogos, chegamos à definição de mais esta Convenção Coletiva. O Sindicato tem sido categórico na sua posição de encontrar resoluções favoráveis para todos os agentes envolvidos, destacando sua proatividade em defesa e representatividade dos radiodifusores gaúchos”, avalia.