Projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania inicia novo ciclo no Rio Grande do Sul com nova metodologia online

COMPARTILHAR
Tribos - Parceiros Voluntários - Divulgação

O projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania inicia mais um ciclo no Rio Grande do Sul. A partir do dia 26 de outubro, será dada a largada a mais uma formação para educadores e estudantes de todo o estado a fim de desafiá-los a identificar em suas comunidades questões sociais que precisam de resoluções práticas. Desta vez, devido ao contexto de distanciamento social, a metodologia foi revisada e toda desenvolvida para a experiência online.

Segundo José Alfredo Nahas, superintendente da Parceiros Voluntários, para a construção desta nova jornada foram chamados consultores com vivência em educação remota e inovação social, assim como educadores de todo o Brasil, a fim de atender as necessidades deste momento de pandemia.

Segundo Márcia Anselmo, gerente do projeto, a formação dos alunos terá 10h aula (2h para Contextualização, 4h para Exploração, 2h para Ideação e 2h para o encerramento) e 4h para a formação de professores. “Desenvolvemos uma metodologia enriquecedora ao cenário atual das escolas, por meio de encontros vivenciais a fim de que grupos possam se unir para realizar ações com impacto positivo na sua comunidade. As temáticas que embasam a jornada são Empreendedorismo, Design Thinking, Responsabilidade Social Individual, Voluntariado, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, analisa.

Serão três turmas de educadores, sempre das 18h30 às 20h30, em dois encontros: 26 e 28 de outubro (segunda e quarta-feira), 27 e 29 de outubro (terça e quinta-feira) e 03 e 05 de novembro (terça e quinta-feira). Já a formação dos alunos — do 8º ano para cima — será feita em duas turmas, sempre das 14h às 16h, a primeira entre os dias 09 a 25 de novembro (às segundas e quartas-feiras) e a segunda entre os dias 17 de novembro e 08 de dezembro (às terças e quintas-feiras).

O projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania oferece a todos os participantes um certificado reconhecido pela UNESCO. Aos educadores será disponibilizado conhecimento em ferramentas e conteúdos para o contexto online; aproximação de metodologias ágeis para envolver alunos em projetos sociais; práticas de empatia; formação de rede de apoio entre educadores de todo Brasil; além, é claro, da fuga da rotina desgastante da pandemia, através de uma experiência virtual divertida. Já os alunos são estimulados a desenvolver seu protagonismo em transformações sociais; reconhecimento do papel cidadão; aproximação com outros alunos do Estado que buscam melhorar o mundo; e metodologias para resolução de problemas; e pertencimento a uma comunidade.

Enquanto isso, além do ganho individual de professores e alunos, as escolas através da operacionalização do projeto atendem a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, oportunizando um espaço de reconhecimento e pertencimento a uma comunidade, que engloba escolas de todo Brasil; formação de uma rede de apoio; fortalecimento do papel social da Escola; e maior motivação de educadores e educandos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por educadores que ministram aulas para alunos do 8º e 9º ano do Fundamental II e do 1º e 2º ano do Médio, assim como alunos destas séries através dos links:

Inscrição Educadores –https://forms.gle/hhHS2p3XWsDLPVVy5
Inscrição Alunos – https://forms.gle/tixkWnNTNitxMaRJ9

Programação completa

FORMAÇÃO EDUCADORES

Encontro 1 (2h)  Contextualização – Por que esse grupo está unido?
Objetivos: Encantar-se com Tribos; formar vínculo entre o grupo; desenvolver consciência sobre o papel de mentor.

Temáticas: Dinâmicas de Colaboração Online; Autoconhecimento; Habilidades Socioemocionais; Comunicação Não-Violenta; Inovação Social. Nível de reflexão: Individual + Grupo.

Encontro 2 (2h) Cocriação – O que podemos fazer juntos?
Objetivos: Alimentar plataforma de troca; firmar rede de apoio; preparar para a formação dos alunos, celebrar o processo.

Temáticas: Facilitação Online; Olhar Ecossistêmico; Redes; Métodos Ágeis;  Gestão de Projetos; Design Thinking. Nível de reflexão: Grupo + Sociedade

FORMAÇÃO ALUNOS
Encontro 1 (2h) Contextualização – O que vou viver?
Objetivos: Entender o processo; Criar vínculo com o grupo; Valorizar a experiência.
Atividade Complementar – 1h

Encontro 2 (2h) Exploração – O que de legal existe por aí?
Objetivos: Inspirar através de referências e palestras de pessoas que estão transformando o mundo; Formar grupos de ação a partir das trilhas: Educação para Paz, Cultura e Meio Ambiente.
Atividade complementar – (1h)

Encontro 3 (2h) Exploração – O que é empreendedorismo?
Objetivos: Explorar os conceitos de empreendedorismo, empreendedorismo social, liderança e inovação; Apresentar exemplos de empreendedores; Desenvolver o perfil empreendedor do aluno .
Atividade Complementar – 1h

Encontro 4 (2h) Ideação – Botando a mão na massa!
Objetivos: Estimular a criatividade e visão ecossistêmica, Aprofundar e cocriar as ações de impacto positivo que serão executadas.
Atividade complementar – (2h)

Encontro 5 (2h) Encerramento – Me tornei Tribeiro(a)
Objetivos: Apresentar ensaios e resultados das ações à comunidade; Valorizar o aprendizado dos alunos; Celebrar o processo e o pertencimento a uma comunidade.