Pisa compara desempenho de alunos brasileiros e do exterior

192
COMPARTILHAR

Mais de 80 países aplicarão provas do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) entre 2 e 30 de maio. No Brasil, 19 mil alunos, de 661 escolas, passarão pelo exame conduzido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O público-alvo são estudantes de 15 anos, nascidos em 2002 e matriculados a partir do 7º ano do ensino fundamental. Cada escola participante teve até 33 alunos selecionados para compor a amostra. A avaliação será feita via computador e envolve as áreas de leitura, matemática, ciências e letramento financeiro. Os dados são importantes para o Brasil comparar seu desempenho com o de outros países e verificar onde pode melhorar.

Prêmio Inep – Parceria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com a Organização de Estados Ibero-Americanos para Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), o Prêmio Inep de Jornalismo tem o objetivo de prestigiar trabalhos jornalísticos que melhor contribuam para o entendimento da importância dos exames, avaliações e estatísticas realizadas pelo Inep para o monitoramento e desenvolvimento das políticas públicas de educação no Brasil.

Este ano, serão distribuídos R$ 136 mil em prêmios, em duas categorias: Exames, Avaliações e Estatísticas da Educação Básica e Exames, Avaliações e Estatísticas da Educação Superior, para reportagens veiculadas em mídia impressa, TV, rádio e internet. A novidade é a criação de um Grande Prêmio, para os melhores trabalhos das duas categorias, independentemente da plataforma de veiculação. As inscrições serão entre 1º e 19 de novembro de 2018. Podem concorrem matérias veiculadas desde 14 de novembro de 2017.