Veja lança campanha para combater as fake news

COMPARTILHAR

A edição de VEJA que chega às bancas e aos assinantes nesta sexta-feira, dia 9, traz uma ação editorial inédita contra as fake news que infestam as redes sociais. Em parceria com a DM9DDB, a campanha tem o objetivo de alertar sobre os prejuízos que as notícias falsas podem causar à democracia, à liberdade de expressão e à sociedade como um todo.

A revista sai com duas capas. Além da capa verdadeira, há outra, publicada na contracapa, de cabeça para baixo, com chamadas para notícias falsas já divulgadas na internet. Na capa falsa, aparece a caricatura do criador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, com a frase “Os brasileiros estragam o Facebook” acompanhada da pergunta: “Você sabe qual é a verdade sobre a frase atribuída a Mark Zuckerberg que viralizou na internet?” Em três páginas editoriais internas, essas e outras notícias falsas são reproduzidas, com a identificação das fontes que publicaram as mentiras no universo digital. VEJA também traz um anúncio criado pela agência com o título Veja se é verdade, com um manifesto sobre o papel do veículo em favor da verdade.

As notícias falsas que inundam a internet tendem a ganhar mais força nos anos de eleição. Foi assim nos Estados Unidos, em 2016, e deve ser assim no Brasil deste ano eleitoral. Segundo uma pesquisa do instituto Ideia Big Data, encomendada por VEJA, quase 70% dos brasileiros que desejam checar se uma informação é verdadeira recorrem aos veículos tradicionais de mídia.

Em janeiro, VEJA publicou um ranking exclusivo, criado a partir da análise de 4591 posts de sites que costumam publicar fake news, mostrando os maiores alvos de mentiras. Lula, Michel Temer e Sérgio Moro são, nessa ordem, os mais citados em fake news de cunho negativo. Jair Bolsonaro é o primeiro da lista em fake news positivas. O levantamento teve repercussão em veículos internacionais como The New York Times e Financial Times.

No dia 24 de abril, VEJA realiza mais uma edição do evento Amarelas ao Vivo, em São Paulo. O tema será Como as redes sociais e as fake news podem afetar as eleições, o Brasil e você. Já estão confirmados nomes como Jaime Duran Barba, uma das principais referências em marketing político digital – ele coordenou a campanha da vitória de Mauricio Macri, na Argentina; Pablo Ortellado, pesquisador da USP, maior referência em estudos de fake news política no Brasil; Ricardo Boechat, jornalista e âncora  Band TV e BandNews FM; Nizan Guanaes, publicitário, e Bia Granja, fundadora do YouPix, plataforma de eventos, educação, análise e informação de tendências digitais. O Amarelas ao Vivo será realizado no Teatro Santander (Complexo do Shopping JK Iguatemi), das 8h30 às 16h30. Para mais informações sobre o evento, basta ligar para (11) 2875-4157