Publicitárias investem no mercado de treinamento e qualificação de equipes

COMPARTILHAR

A capacidade de inovar e atuar de uma forma criativa e lúdica são grande diferencial que a formação em Publicidade e Propaganda proporcionou às empresárias Silvana Bastian e Letícia Pires. Hoje as sócias atuam no mercado de desenvolvimento de pessoas, mas com a certeza de que não perderam sua essência criativa, que está presente em todos seus projetos. Um dos fatores pelo qual decidiram manter o nome original da empresa Mais Criativa – Performance profissional & resultado, já há 16 anos no mercado.

“A migração de área de atuação profissional aconteceu como resultado de foco e análise de oportunidades. Cada ação ou campanha de comunicação interna que a Mais Criativa implantava, lá em meados de 2002, gerava a necessidade de preparação e treinamento das equipes para o sucesso dos projetos”, relembra Letícia. No entanto, mesmo informadas e preparadas para atuarem nas campanhas, as equipes tinham dificuldades em “soft skills” e, em questões básicas para o serviço como vendas, atendimento, relacionamento interpessoal, o que certamente interferia nos resultados. Tal necessidade se repetiu tantas vezes que o “treinamento” passou a ser parte do pacote de serviços da Mais Criativa.

Com cursos, workshops e palestras muito bem sucedidos, a prestação do serviço em capacitações passou a ser muito prazeroso para as publicitárias e empreendedoras. “O que estimulou o nosso interesse em investir em formação na área de desenvolvimento de pessoas. A combinação de demanda, foco de estudo e prazer resultou em um novo planejamento estratégico que deu origem a Mais Criativa Performance Profissional & Resultado, uma empresa totalmente especializada em oferecer capacitações com alta qualidade de conteúdo, mas acima de tudo, que ofereçam experiência e sentido para cada participante por serem sob medida para cada empresa”, diz Silvana. Além disso, a Mais Criativa focou em criar ferramentas que pudessem mensurar os resultados que viessem destes processos de desenvolvimento, o que gerou ainda mais credibilidade do trabalho. Além do Rio Grande do Sul, elas já atuam em outros estados, como Santa Catarina e São Paulo.