Selo Racial colocará em pista 138 animais da raça Angus

166
COMPARTILHAR

O Remate Selo Racial, que será realizado no dia 25 de setembro, pela primeira vez na história será exclusivamente virtual. A oferta será de 338 exemplares de diferentes raças, sendo cinco touros Ultrablack e 138 Angus – 54 touros e 84 fêmeas. O modelo de leilão é tendência desta temporada, em razão da pandemia, e poderá ser acompanhado pelo Canal Rural e pelo Lance Rural (www.lancerural.com.br). O remate terá início às 13h30 com a oferta de raças sintéticas e a partir das 20h30 será a vez dos exemplares Angus entrarem em pista.

Os destaques da oferta realizada pelas propriedades Cia. Azul, Cabanha da Corticeira, Rincon Del Sarandy, Tradição Azul e Ave Maria, são os trios de rústicos que iriam para a Expointer e touros que foram pais aos dois anos e estão com três anos. Além disso, todas as vacas estão prenhas e são jovens, sendo que a maioria vai parir a primeira cria, e as mais maduras são de no máximo seis anos. O criador Ignacio Silva Tellechea, proprietário da Cabanha Rincon del Sarandy, de Uruguaiana (RS), destaca que o Selo Racial é tradicional por reunir os melhores animais da geração das cabanhas promotoras. “Mais da metade dos touros é elite nos programas de avaliação, ou seja, são dupla marca. E a oferta de fêmeas é boa para quem quer começar o plantel porque vai ter muito tempo para usar as fêmeas”.

A expectativa segundo Tellechea, é de que a mudança no formato não influencie negativamente no resultado, e que a clientela acompanhe o leilão e faça suas compras normalmente. “Este ano está bastante propício no meu entender porque o mercado está aquecido. A demanda é real e o pessoal precisa comprar”. A leiloeira responsável será a Trajano Silva Remates, com Marcelo Silva no martelo.

O catálogo do leilão pode ser conferido em: http://cumulusagrocomunicacao.rds.land/seloracial2020