Pesquisador da Embrapa assumirá a presidência da CTNBio

112
COMPARTILHAR

Paulo Augusto Vianna Barroso, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) foi designado presidente da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) para o cumprimento do primeiro mandato, a partir de 19 de abril de 2020. A Portaria 1.382 com a informação foi assinada pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, no dia 1º de abril. Como presidente substituto, a CTNBio terá o professor associado do Departamento de Alimentos e Nutrição Experimental da Universidade de São Paulo, Flávio Finardi Filho.

Barroso possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (1991), mestrado em Ciências (Energia Nuclear na Agricultura) pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) também pela Universidade de São Paulo (2000). Tem experiência na área de Genética, Biotecnologia, Melhoramento e Monitoramento Territorial.

Para os próximos dois anos, ele planeja manter o foco na biossegurança e continuar o trabalho realizado em gestões anteriores no aumento da eficiência das análises nos processos tramitados na comissão.

Em seu mandato, o órgão também buscará ampliar a participação de instituições públicas, empresas e startups brasileiras no processo de produção de inovação com uso de organismos transgênicos. Paulo acredita que o ambiente de inovação brasileiro pode produzir mais nessa área. “Embora as questões de biossegurança não sejam os maiores empecilhos, a CTNBio buscará, dentro do seu escopo, promover que um maior número de instituições possa desenvolver pesquisas que gerem produtos baseados em OGMs”, disse.

O cientista considera que os projetos e produtos transgênicos podem ajudar a melhorar a vida do povo brasileiro. Esses benefícios englobam desde tecnologias terapêuticas que melhoram a saúde e qualidade de vida da população, até as famosas cultivares de plantas geneticamente modificadas. Tudo isso, ele ressalta, com foco na biossegurança.

Paulo Barroso é membro da CTNBio desde agosto de 2019, com passagem anterior entre 2006 e 2010.