Fintech cria atendimento exclusivo para o agro e com operações de CPRs

118
COMPARTILHAR

A fintech CERES Investimentos, terá um canal exclusivo para atender os clientes do agronegócio que precisam de soluções financeiras. A empresa criou a CERES Agrobank para ser a conexão entre as tecnologias em soluções financeiras e os investidores do setor agrícola, sendo o canal direto entre as mesas de operações e o produtor rural.

A CERES Agrobank terá ainda a oferta de opções de negociação de Cédula do Produtor Rural (CPR). A empresa terá uma agência física, com atendimento dedicado à esse tipo de operação. A primeira unidade será implantada em Uberaba/MG, um dos maiores municípios produtores de grãos de Minas Gerais e maior polo de genética bovina de raças zebuínas do mundo. Em Uberaba, está a sede operacional da CERES Investimentos.

O intuito é ter uma agência bancária com cara de fintech, saindo até mesmo da tradicional onda de bancos digitais que tomaram o mercado nestes últimos anos. “Essa é uma forma de oferecer um atendimento High-tech e, ainda assim, estarmos próximos do produtor, já que este público valoriza um atendimento personalizado, do tradicional cafezinho e de trocar ideias sobre o campo”, destaca o CEO da fintech, Guilherme Cunha.

Segundo ele, atualmente o produtor pode negociar a CPR na compra de insumos e no custeio de sua safra, seguindo atendimento tradicional em grandes bancos comerciais, sejam públicos ou privados. Com essa nova característica, a empresa passa a oferecer uma opção a mais aos produtores rurais.

O projeto está previsto para ser lançado oficialmente no primeiro trimestre de 2021, e inclui um treinamento constante de toda a equipe de atendimento, para que cada vez mais se tornem especialistas em um segmento que demanda conhecimento, não apenas na questão financeira, mas também na dinâmica do setor.

Com o processo 100% digital, a CERES Agrobank aposta na consolidação do mercado das fintechs como uma solução e redução de taxas, visto que o processo passa a ser menos burocratizado, com o aumento da tecnologia empregada no setor. “Com mais tecnologia, os processos estão menos burocráticos e a garantia ainda mais eficiente. Não basta olhar agro como mais uma opção de tomadores de recursos, temos que oferecer algo inovador que facilite a vida do cliente e que o aproxime mais de nós”, assegura o CEO da CERES Investimentos.

Hoje, todo o processo de envio de documentos e consolidação das operações é feito 100% online, com um sistema inteligente e responsivo, contudo sem perder a pegada presencial que é um diferencial para os produtores e também uma das características da CERES.