Evento deve reunir mais de 3 mil gestores agropecuários em novembro

604
COMPARTILHAR

O primeiro Congresso Brasileiro de Gestores da Agropecuária, que acontece em novembro, deve reunir mais de 3 mil participantes entre prefeitos, secretários municipais de agricultura, extensionistas rurais, representantes de sindicatos de produtores rurais de todo o Brasil e demais profissionais do agro. A realização do evento foi discutida entre representantes do Sistema CNA/Senar, do Ministério da Agricultura e da Confederação Nacional dos Municípios.

No encontro, foram apresentadas iniciativas que serão debatidas durante o Congresso, que acontecerá entre os dias 5 e 7 de novembro, e terá como tema tema: “É nos municípios que se produz o desenvolvimento”.

O chefe de gabinete da Agricultura Familiar do Ministério da Agricultura, Gabriel Assmann, destacou que o evento tem o objetivo de aproximar os gestores municipais do governo federal para que as políticas públicas sejam assertivas. “O Congresso é uma forma que o governo tem de se aproximar e colocar a informação no município. Hoje a gente sente que não há uma informação plena do gestor municipal sobre as políticas públicas do Mapa”, diz.

Para o vice-presidente da CNA, Muni Lourenço, a união dessas entidades representativas para a realização desse primeiro congresso demonstra o cuidado em facilitar o acesso dos gestores do setor agropecuário às políticas públicas, diversidade de programas e atividades que o governo federal desenvolve. De acordo com o analista em desenvolvimento rural da CNM, Osni Rocha, o congresso será um ambiente para compartilhar experiências e debater iniciativas para o aprimoramento de medidas para o desenvolvimento rural no âmbito municipal.

O evento também tem apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) e da Organização das Cidades do Patrimônio Mundial (OCBPM).