BiomaPhós é o lançamento da Simbiose-Agro no Show Rural Coopavel

248
COMPARTILHAR

Resgatar uma poupança de fósforo que se encontra inerte nos solos e entregá-lo para as plantas. Este é o conceito que está inserido no primeiro inoculante para a solubilização de fósforo do Brasil, o BiomaPhós, uma tecnologia desenvolvida pela Bioma, subsidiária do Grupo Simbiose-Agro, de Cruz Alta, RS, em conjunto com a Embrapa Milho e Sorgo, de Sete Lagoas, MG. Estudos conduzidos pela empresa de pesquisa revelam que há um estoque bilionário de fósforo nos solos, que se encontra inerte e que não está sendo aproveitado pelas plantas. Com o lançamento deste produto as bactérias solubilizadoras de fosfatos, que compõem o inoculante, conseguem disponibilizar esse elemento para a planta.

O BiomaPhós é um inoculante líquido formulado a base de duas bactérias (BR 119 e BR2084). Sua utilização é recomendada em tratamento de sementes ou aplicação via jato dirigido durante a semeadura, diretamente no sulco. Quando utilizado desta forma as bactérias irão se associar à planta desde o início da formação das raízes e se multiplicar, colonizando a rizosfera* da planta. A partir daí, começa o processo de produção de diferentes ácidos orgânicos que em contato com o solo, passam a realizar a solubilização do fósforo que está ali depositado, favorecendo que a planta absorva mais rapidamente este nutriente.

“A falta de fósforo é um elemento limitante para maiores produtividades na agricultura brasileira. Usar esta nova tecnologia é uma oportunidade que o produtor tem para reverter esse quadro e passar a produzir mais com plantas mais saudáveis”, afirma Marcelo de Godoy Oliveira, CEO do grupo. Ele complementa dizendo que resultados de experimentos na cultura do milho conduzidos em regiões brasileiras mostram aumentos médios de produção de grãos de cerca de 10%, o que pode corresponder a um ganho médio de até dez sacas por hectare. É uma revolução que está chegando na agricultura” finaliza Oliveira.