Abitrigo alerta para dificuldades no abastecimento

93
COMPARTILHAR

A alimentação é uma atividade essencial e indispensável ao atendimento das necessidades da população.

Hoje, a principal prioridade da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), que representa a indústria nacional da moagem do grão, é o abastecimento de toda a cadeia do produto. Diante da descoordenação entre as ações federais, estaduais e municipais, o fornecimento normal da farinha de trigo está sendo prejudicado em alguns estados pela dificuldade de liberação do fluxo das mercadorias, ameaçando desabastecimento de algumas regiões.

A Abitrigo vem a público ressaltar a necessidade de evitar o fechamento de fronteiras estaduais e garantir que os transportadores possam dispor dos serviços de apoio nas estradas, como os de borracharia e de alimentação, que foram dificultados pelo fechamento de restaurantes, além de evitar problemas em algumas estradas que apresentam limitação de trafego e da falta de caminhões pelo fechamento de lojas nas cidades. A ausência dessas facilidades está acarretando sérias consequências para o fornecimento do produto. Em alguns estados, de 30 a 35% das farinhas não estão sendo entregues.

É importante a ação do Ministério da Infraestrutura junto às autoridades municipais, por meio de ações da Polícia Rodoviária Federal e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), com o objetivo de identificar e reverter decisões de prefeitos que prejudiquem o fluxo de mercadorias e o trabalho dos transportadores.