Curiosidades 4

COMPARTILHAR

Centenário da Revolução Farroupilha
 Em 1935, Porto Alegre, comemorou o Centenário da Revolução Farroupilha muito festejado, os preparativos iniciaram um ano antes. Uma grande exposição, que contou desde o início com o empenho do Centro de Indústria Fabril e a Federação das Associações Rurais, revelando-se um grande sucesso para época. Uma grande Feira Internacional que durou meses nas origens do que é hoje o Parque Farroupilha, antigo Campos da Várzea ou Redenção, onde cada estado brasileiro tinha um pavilhão que mostrava um pouco da sua história, costumes e seus produtos.

O tempo exato da exposição foi de 20 de Setembro de 1835 até 15 de Janeiro do ano seguinte. A exposição é vista como um marco para o estado do Rio Grande do Sul, ocorrido para demonstrar os avanços tecnológicos pelos quais o Brasil passava, assim como celebrar a história do povo sul-rio-grandense.

Esta edição contou com a visita de cerca de um milhão de visitantes, segundo estimativas da mídia na época, e que, comparado ao tamanho de cerca de 300 mil habitantes de porto alegre na época, representou um grande sucesso da feira. A exposição teve  17 pavilhões internacionais e 7 nacionais (cada qual representando um estado Brasileiro), foram ao evento um total de 3.080 expositores.

O que pouca gente sabe é que A exposição foi o berço das nossas atuais Churrascarias. A primeira churrascaria crioula de Porto Alegre funcionou no parque em 1935, na Exposição em homenagem ao Centenário da Revolução Farroupilha, ideia do prefeito Alberto Bins.

Sylvio Pirillo e Pelé

Primeira convocação de Pelé
Coube a um porto-alegrense a honra de ter convocado o eterno Rei do futebol, Pelé, pela primeira vez para disputar um jogo pela seleção brasileira, isto aconteceu no ano de 1957, Pelé tinha 16 anos, a convocação foi para dois amistosos e na sequência a Copa Roca, no Maracanã.

O treinador era Sylvio Pirillo, e a estreia de Pelé foi no jogo contra a Argentina, o Rei iníciou o jogo no banco de reservas e entrou mais tarde, o Brasil perdeu para a Argentina por 2×1, o gol do Brasil foi de Pelé. Pirillo jogou pelo Americano de Porto Alegre, Internacional, foi um grande ídolo do Flamengo e encerrou sua carreira no Botafogo, morreu em Porto Alegre em 1991.

Theatro São Pedro
O Theatro São Pedro é considerado o teatro com a melhor acústica da América do Sul.

A construção de um teatro era um sonho que, desde o período colonial, e acompanhava governantes e população da Província de Porto Alegre.

Theatro Sao Pedro

Em 1833, o presidente da província Manoel Antônio Galvão doou um terreno no centro da cidade para o início das obras do Theatro São Pedro, que seriam feitas com projeto arquitetônico no estilo neoclássico do arquiteto Filipe Normann. Mas, com o início da Revolução Farroupilha em 1835, a obra foi suspensa, sendo retomada anos depois.

Finalmente, dia 27 de junho de 1858 o prédio foi inaugurado sob a presidência de Ângelo Moniz da Silveira Ferraz, o Barão de Uruguaiana.

Rubem Berta
O maior e mais populoso bairro da cidade é o Rubem Berta, com mais de 80 mil habitantes. São também bastante populosos os bairros de Sarandi, Restinga, Partenon, Santa Tereza, Petrópolis, Vila Nova e Centro.

Mercado Público
O Mercado Público Central de Porto Alegre é o maior prédio tombado do patrimônio histórico da cidade. Possui 90 metros de fachada em cada um dos lados.  Até a segunda administração de Saturnino de Souza e Oliveira, entre 1841 e 1842, Porto Alegre ainda não dispunha de um mercado central, sendo o comércio distribuído por vários pequenos estabelecimentos. Foi então constituída uma sociedade para a construção de um prédio adequado, localizado na antiga Praça do Paraíso, na área atualmente arborizada da Praça XV de Novembro.

Ficou pronto em 1844. Porém já no próximo ano tiverem início as discussões para construção de um novo prédio, mais amplo, projeto homologado o Mercado Público teve pedra fundamental lançada em 29 de agosto de 1864. A inauguração ocorreu em 3 de outubro de 1869, sendo franqueado o acesso à população em 1 de janeiro do ano seguinte. A obra custou aos cofres públicos a importância de 246 contos de réis, bastante elevada para a época.

Na administração de José Montaury foi elaborado um projeto de ampliação, construindo-se um segundo piso, para abrigar escritórios comerciais e industriais e repartições públicas. Em 1912, ainda em obras, irrompeu um grande incêndio que destruiu todos os chalés na área interna. Além deste o Mercado já passou por mais três incêndios, em 1845 foram iniciadas discussões para construção de um novo prédio, mais amplo, a pedra fundamental lançada em 29 de agosto de 1864. A inauguração ocorreu em 3 de outubro de 1869, sendo franqueado o acesso à população em 1 de janeiro do ano seguinte.

O mercado sofreu com as enchentes da cidade, especialmente a enchente de 1941. Na administração de Telmo Thompson Flores correu o risco de ser demolido para construção de uma avenida, mas o clamor popular fez com que a decisão fosse reconsiderada.

O Ponto mais alto
O Morro Santana é o ponto mais alto de Porto Alegre, com 311 metros acima do nível do mar. É formado por rochas graníticas e ocupa uma área de aproximadamente mil hectares, dos quais cerca de 600 pertencem à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS. O morro tem importância histórica por ter abrigado, em 1740, uma sentinela de propriedade de Jerônimo de Ornelas, o fundador da cidade de Porto Alegre.

Por Paulo Pruss