Vitor Bertini lança seu primeiro livro de ficção

COMPARTILHAR

“Escrever é a soma da vida que vivi com os sonhos que ainda tenho”. É assim que Vitor Bertini comenta sua nova atividade, enquanto anuncia o lançamento de seu primeiro livro, “Não me abandone”.

Dono de uma trajetória profissional tão diversa quanto abrangente – e com mais passagens por governos do que deveria, como adverte sua biografia na contracapa do livro – ele brinca que, profissionalmente, “só faltava escrever”.

O livro, lançado inicialmente em uma plataforma de financiamento coletivo, terá sessão de autógrafos na Feira do Livro, dia 03 de Novembro, às 14:30, na Praça de Autógrafos.

“Participar como autor na Feira do Livro de Porto Alegre é voltar a conversar com grande parte de meus personagens”, afirma Bertini.

O livro faz da história de um cachorro, o subtítulo é “A saga de Bénya Krik, um cão de rua, contada pela família que ele adotou”, uma alegoria para o autor discorrer sobre temas como liberdade, sonhos e, parafraseando Nelson Rodrigues, “a vida como ela é”.

O livro é o primeiro volume da “saga” e tem 128 páginas de textos rápidos.

“O livro está escrito em um formato de short story. Você lê rápido, para poder reler com calma”, afirma o escritor, concluindo:

– Não percam!

Serviço
Financiamento coletivo: www.catarse.me/naomeabandone
Autógrafos: Feira do Livro, dia 03/11, 14:30
Papo: o dia inteiro no estande da AGEI (Associação Gaúcha dos Escritores Independentes)
Mais informações: https://www.linkedin.com/in/vitorbertini/