“Tremor – Sobre como as coisas foram parar neste ponto” estreia no Teatro do Goethe-Institut.

COMPARTILHAR

Tremor – Sobre como as coisas foram chegar neste ponto terá sessões de estreia nos dia 17 e 18 de maio, às 20h, no Teatro do Goethe-Institut, em Porto Alegre. Com direção de Patrícia Fagundes, o espetáculo é a primeira montagem brasileira para o premiado texto Beben (em português, Tremor), da alemã Maria Milisavljevic. As apresentações integram a programação do 13. Palco Giratório, festival promovido pelo SESC/RS. Após essas sessões, a peça ficará em cartaz de 15 de junho a 1º de julho no mesmo local. 

 Cia. Rústica foi uma das vencedoras do Projeto Transit, do Instituto Goethe de Porto Alegre. O edital prevê a encenação do mesmo texto por outro diretor (Lucca Simas). A ideia é mostrar as diferentes possibilidades de concepção cênica de uma obra da dramaturgia contemporânea alemã. No dia 23 de maio, haverá um debate com a presença de Maria Milisavljevic e dos dois diretores. O evento terá tradução simultânea.
A equipe tem ainda Rodrigo Shalako (cenografia), Marco Rodrigues (coreografias e preparação corporal) e Leonardo Machado (trilha sonora original). Ander Belotto também assina a assistência de direção. O jornalista Renato Mendonça, do site Agora – Crítica Teatral, vai acompanhar todo o processo de criação e atuará como crítico interno.  

Ficha técnica
Direção: Patrícia Fagundes
Coreografias e orientação corporal: Marco Rodrigues (grupo My House)
Assistência de direção: Ander Belotto
Elenco: Priscilla ColombiLauro Fagundes e Evandro Soldatelli com participações especiais de Ander Belotto e Patrícia Fagundes
Paisagens e seleção musical: Vigo Cegolini equipe
Vozes: André Varela, Dale Heinen, Leonardo Machado, Mirna Spritzer e Patrícia Fagundes
Trilha sonora original: Leonardo Machado
Cenografia: Rodrigo Shalako
Iluminação: Carol Zimmer
Criações percussivas: Priscilla Colombi
Vozes:  André VarelaDale HeinenLeonardo MachadoMirna Spritzer e Patrícia Fagundes
Figurino: equipe com coordenação  de Heinz Limaverde
Criação gráfica e assistência de produção: André Varela
Direção de produção: Patrícia Fagundes
Fotografia: Adriana Marchiori
Crítico Interno: Renato Mendonça (www.agoracriticateatral.com.br)
Realização: Goethe-Institut Porto Alegre, SESC/RS e Cia. Rústica de Teatro
Co-realização: Agora Crítica Teatral e Grupo My House
Apoio: PPGAC (Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – UFRGS) e DAD (Departamento de Arte Dramática – UFRGS)

 Foto: Adriana Marchiori