“Tremor – Sobre como as coisas foram chegar nesse ponto”, na Sala Álvaro Moreyra

COMPARTILHAR

Tremor – Sobre como as coisas foram chegar nesse ponto volta aos palcos em apenas três apresentações no festival Porto Verão Alegre. A peça estará em cartaz de 8 a 10 de janeiro, às 21h, na Sala Álvaro Moreyra, em Porto Alegre.

Com direção de Patrícia Fagundes, o espetáculo é a primeira montagem brasileira para o premiado texto Beben (em português, Tremor), da alemã Maria Milisavljevic. A produção da Cia. Rústica foi uma das vencedoras do Projeto Transit.

Ficha Técnica
Direção: Patrícia Fagundes
Coreografias e orientação corporal: Marco Rodrigues (grupo My House)
Assistência de direção: Ander Belotto
Elenco: Priscilla Colombi, Lauro Fagundes e Evandro Soldatelli com participações especiais de Ander Belotto e Patrícia Fagundes
Paisagens e seleção musical: Vigo Cegolini e equipe
Vozes: André Varela, Dale Heinen, Leonardo Machado, Mirna Spritzer e Patrícia Fagundes
Trilha sonora original: Leonardo Machado
Cenografia: Rodrigo Shalako
Iluminação: Carol Zimmer
Criações percussivas: Priscilla Colombi
Vozes:  André Varela, Dale Heinen, Leonardo Machado, Mirna Spritzer e Patrícia Fagundes
Figurino: equipe com coordenação  de Heinz Limaverde
Criação gráfica e assistência de produção: André Varela
Direção de produção: Patrícia Fagundes
Fotografia: Adriana Marchiori
Crítico Interno: Renato Mendonça (www.agoracriticateatral.com.br)
Realização: Goethe-Institut Porto Alegre, SESC/RS e Cia. Rústica de Teatro.
Co-realização: Agora Crítica Teatral e Grupo My House
Apoio: PPGAC (Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – UFRGS) e DAD (Departamento de Arte Dramática – UFRGS)