Teatro Bourbon Country dá asilo diplomático à Embaixada da Sbørnia

412
COMPARTILHAR

Os fãs da saga Sbørniana já têm encontro marcado com Kraunus, Nabiha, Professor Kanflutz e outros cidadãos da ilha flutuante. O espetáculo A Sbørnia Kontr´Atracka será apresentado de 13 a 15 de janeiro, às 21h, no Teatro Bourbon Country, que deu asilo diplomático depois que a embaixada da Sbørnia, no Theatro São Pedro, está fechada temporariamente para reformas.

O reencontro dos Sbørnianos com seu público no primeiro show depois da pandemia foi glorioso e ficará na memória das cerca das cinco mil pessoas que estiveram presentes. Na frente do Theatro São Pedro, ao ar livre e com uma superestrutura montada para o evento, Hique Gomez conduziu sua trupe Sborniana por cerca de duas horas numa grande celebração, onde tiveram também o papel de anunciar a abertura das comemorações de 250 anos de Porto Alegre. Depois de ganharem prêmios internacionais no Rio Web Festival com a sua série Sbørnia em Revista, e garantirem a presença no Festival de Montreal no Canadá, os fãs da saga Sbørniana já têm novo encontro com Kraunus, Nabiha, Professor Kanflutz e outros cidadãos da ilha flutuante.

Em outubro de 2018 fizemos nossa estreia no Bourbon Country com a casa lotada. O show que acaba sempre na rua, para o seu tradicional cortejo musical, termina pelos corredores do shopping, recebendo o carinho de quem estava no teatro e também, de quem estava por ali, num divertido subir e descer de escadas rolantes ao som de um coro popular, transformando o shopping num verdadeiro parque Sbørniano”, afirma Hique Gomez, criador e diretor do espetáculo. A história do país flutuante, criada por Hique Gomez e Nico Nicolaiewsky, completou 35 anos em 2019 e, ao longo destas três décadas encanta crianças e adultos.

Coral Jovem Ospa
Crédito: SabrinaCamaro

Em “A Sbørnia Kontr’Atracka”, Kraunus (Hique Gomez) divide o palco com Nabiha (Simone Rasslan), a grande pianista sbørniana formada pela Libertok Universitik de Musik da Sbørnia, mesma universidade do Maestro Pletskaya (Nico Nicolaiewsky – 1957-2014), que na história voltou para a Sbørnia com o objetivo de controlar uma revolução. “A Simone é uma Sbørniana nata. Aplica toda sua experiência como a extraordinária musicista, performer e comediante que adquiriu nos nove anos de Rádio Esmeralda. Nossa química no palco é maravilhosa, e isso se reflete nos prêmios que conquistamos recentemente no RioWebFestival com a série Sbornia em Revista, onde Simone ganhou o prêmio de melhor performance em Série Musical”, completa Hique.

Além de Kraunus e Nabiha, participam da temporada o Professor Kanflutz (Cláudio Levitan), um dos principais compositores do repertório Sbørniano, a sapateadora Gabriela Castro (Lua), Tales Melati “tocador de Gaita de Foles”, encarnando o “Prof. MenTales” e o Jungst Kohral Sbørniani.

TRANSMISSÃO ONLINE – Se você não vai à Sbørnia, a Sbørnia vai até você. Todas as sessões da temporada serão transmitidas, ao vivo, pela plataforma Cuboplay. Ingressos poderão ser adquiridos pelo link https://cuboplay.com.br/sbornia-em-revista.

ALGUMAS PECULIARIDADES DA SBØRNIA
A Sbørnia é uma ilha que se desprendeu do continente após sucessivas explosões nucleares e passou a flutuar errante pelos mares do mundo. Seu maior patrimônio é a Recykla Gran Rechebuchyn, a Grande Lixeira Cultural de onde são extraídos e reciclados os dejetos artísticos esquecidos por outras nações. Seu regime político é o Anarquismo Hiperbølico, o que faz com que todos os seus governos sejam provisórios. A religião oficial do país é o Votørantismo, pois os sbørnianos são radicalmente sonhadores e precisam muito acreditar no concreto. O esporte nacional é o Machadobol, mas não existem ídolos como os jogadores de futebol brasileiros, pois é muito raro que algum atleta sobreviva por mais de três partidas.

Kraunus e Pletskaya imigraram para o Brasil em 1984, devido aos ataques de tribos hostis, como os Menudos, ao seu país, e se tornaram embaixadores da cultura sbørniana com seu espetáculo marcadamente no estilo do Teatro Hiperbølico.

Em 2014, Pletskaya retornou em definitivo à sua terra natal, quando Nico Nicolaiewsky nos deixou, e dois anos mais tarde, Kraunus se juntou à pianista sbørniana Nabiha, vivida pela maestrina, pianista e atriz Simone Rasslan, para dar continuidade à saga com A Sbørnia Kontr’Atracka.

FIQUE POR DENTRO
O que: A Sbørnia Kontr´Atracka
Onde: Teatro Bourbon Country (Avenida Túlio de Rose, 80) Quando: 13 a 15 de janeiro (quinta a sábado)
Horário: 21h

INGRESSOS
Plateia Baixa – R$ 120,00
Camarotes – R$ 120,00
Plateia Alta – R$ 100,00
Galeria Alta – R$ 70,00
Mezanino – R$ 70,00
Galeria Mezanino – R$ 70,00
Bancos Extra Mezanino – R$ 70,00

Ingressos on line com taxa de serviço
https://uhuu.com/evento/rs/porto-alegre/a-sbornia-kontratracka-9839

Ponto de venda sem taxa de serviço
Totem ao lado da bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Endereço: Av. Túlio de Rose, 80 / 2° andar, Passo D’Areia – Porto alegre – RS
Horário de atendimento: segunda a sábado das 13h às 21h. Domingos e feriados das 14h às 20h

FICHA TÉCNICA
A Sbørnia Kontr’Atraka: criado por Hique Gomez e Nico Nicolaiewky
Hique Gomez: violino, bandolim, voz, percussão

Simone Rasslan: voz, escaleta, acordeom e teclados
Cláudio Levitan – bandolim e voz (criação de conteúdos)
Iluminação: Heloiza Averbuck
Sonorização: Edu Coelho
Projeção: Rique Barbo
Assessoria de Imprensa: Adriano Cescani (51 996644888)
Produção Geral: Marilourdes Franarin (51 999716021)
Patrocínio Master: Rio Grande Seguros e Icatu Seguros
Patrocínio: Cia. Zaffari
Apoio: Construtora Jobim, RBS TV, FM Cultura, Squisito Fatta a Mano, CopyStar, EXP Transmídia