TAG Co Kitchen integra projeto gastronômico de Stella Artois em Porto Alegre

187
COMPARTILHAR

A TAG Co Kitchen chegou a Porto Alegre em 2020 com o objetivo de inovar e criar novas alternativas ao mercado. Especializada no formato conhecido como shopping de delivery, que reúne cozinhas de diferentes restaurantes em um mesmo espaço físico, a empresa anuncia um novo e importante passo: a parceria com a cerveja Stella Artois, responsável por trazer à capital gaúcha o projeto Star Kitchen, iniciativa que une gastronomia sofisticada com preço justo. Desta forma, o 4º Distrito de Porto Alegre e a TAG se transformam no maior ponto de gastronomia delivery do Rio Grande do Sul. Afinal, além da cozinha da Stella Artois, com mais de 150 metros quadrados, também contam com mais de 14 operações no mesmo prédio.

Segundo Thiago Cardoso, um dos três empresários à frente da TAG Co Kitchen, o projeto piloto da Stella Artois, uma marca da Ambev, tem tudo a ver com o momento: compartilhamento de espaços, redução de custos e oportunidades. Ao ocupar todo o 3º andar do prédio localizado na Avenida Presidente Franklin Roosevelt, 1341, no bairro São Geraldo, o início da parceria significa uma mudança no panorama do delivery na capital.

“Não se trata apenas de pizza, sushi ou hambúrguer, mas sim de um cardápio assinado por chefs celebrados pela alta gastronomia chegando na casa das pessoas. Para nós, é um privilégio termos sido escolhidos pela Stella Artois para receber esse grande projeto, que tem tudo a ver com esse momento e com a nova forma de consumir”, avalia.

TAG Co Kitchen e Star Kitchen – Divulgação

A escolha por Porto Alegre, como aponta João Pedro Serrano Fagundes, Gerente de Marketing Regional da Ambev, passou pela vida gastronômica muito ativa e uma culinária que mistura com maestria o moderno e o tradicional. “Além disso, também foi uma das praças mais afetadas pela pandemia e, dessa forma, decidimos pilotar esse projeto em Porto Alegre, dando esse impulso necessário para revitalizar a cena da gastronomia local”, conta Fagundes.

Liderada pelos chefs gaúchos Vico Crocco, consultor gastronômico formado na Alemanha, e Ricardo Dornelles, vencedor do Bocuse D’or Brasil, a copa do mundo da gastronomia, a iniciativa terá rotatividade de chefs e impulsionará novos talentos. Além disso, na Star Kitchen os profissionais não precisam pagar pelo aluguel das cozinhas, desde que, em contrapartida, se comprometam a promover ações que gerem retorno social, como a realização de um mutirão entre seus chefs. A ideia é produzir um terço do número total de pratos vendidos mensalmente em refeições que serão entregues à iniciativas que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade.

“Os chefs são responsáveis por montar suas próprias equipes na Star Kitchen, pois isso depende muito da especialidade de cada um e da capacidade de produção de cada receita. A parte operacional, por sua vez, fica a encargo da Tag Co Kitchen, que assume toda a responsabilidade da logística, permitindo que cada chef possa ter o foco dedicado inteiramente à cozinha”, pontua Fagundes.

A rotatividade dos chefs será trimestral, dando espaço a novos profissionais e renovando as opções gastronômicas do espaço. Os primeiros chefs que irão ocupar as bancadas serão Ricardo Dornelles, Arthur Cadmiel e Deise Markus. No segundo trimestre, Vico Crocco assume a bancada de Dornelles, com mais dois chefs que ainda não foram revelados. Nessa primeira fase de operação, os pratos estarão disponíveis através do aplicativo iFood, com planos de expandir seus cardápios para outras plataformas de delivery.

Além da área destinada à produção dos pratos, a Star Kitchen também conta com o YouTube Lab, uma cozinha modelo para produção de conteúdo audiovisual. Desde a estrutura das bancadas, utensílios e demais aparatos, o laboratório também foi planejado com equipamentos de iluminação e captação de som, oferecendo uma plataforma onde os chefs podem exercitar sua criatividade e produzir conteúdo para redes sociais.