“Só sei que foi assim” é o melhor curta gaúcho do 47º Festival de Cinema de Gramado

COMPARTILHAR

Aconteceu na noite deste domingo, 18, a entrega do tradicional Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema para a Mostra Gaúcha de Curtas, que está na 16ª edição. A animação “Só sei que foi assim”, dirigido por Giovanna Muzel foi o grande vencedor da noite e recebeu o Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema como Melhor Filme e, também, foi considerado o Melhor Filme pelo Júri da Crítica. A produção recebe R$ 8.000 em dinheiro, assim como, o Prêmio Edina Fujii CiaRio, no valor de R$ 10.000 em locação de equipamentos de iluminação, acessórios, e maquinaria da empresa Naymar, como validade de um ano.

Doze categorias foram premiadas com o troféu e com prêmio em dinheiro.
Melhor Ator, Atriz, Direção, Roteiro, Fotografia, Montagem, Direção de Arte, Música, Edição de Som e Produção Executiva recebem R$ 4.000,00 em dinheiro, cada.

O grupo Nico Tributo foi responsável pela trilha sonora ao vivo da noite e é composto pelos músicos Cláudio Levitan, Fernando Pezão e Hique Gomes, grandes amigos Nico Nicolaiewsky. A homenagem lembrou Nico, que compôs, ao longo da carreira e da vida, diversas trilhas de filmes que passaram pelo Festival de Cinema de Gramado.

Grupo Nico Tributo, composto pelos músicos Cláudio Levitan, Fernando Pezão e Hique Gomes, foi responsável pela trilha sonora ao vivo da noite

A comissão de seleção foi composta por: Alice Urbim, jornalista, Paulo Casa Nova, crítico e membro fundador da ACCIRS, Marlise Aúde, produtora executiva de conteúdo para TV e Cinema, na Okna Produções, Taíssa Ennes, roteirista, diretora e montadora na Machina Filmes, e Vicente Romano, jornalista da Assembleia Legislativa.

A comissão julgadora foi formada por: Amaranta Cesar, professora adjunta de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Antonio Júnior, Diretor Artístico do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, Carla Osório, jornalista, curadora e programadora de festivais e mostras no Brasil e no exterior, Cintia Domit Bittar, diretora, roteirista, montadora e produtora, e Rodrigo Martins, produtor executivo da Amazing Graphis.

VENCEDORES

Mostra Gaúcha de Curtas Metragens 2019
Melhor filme – “Só sei que foi assim”, de Giovanna Muzel
Júri da Crítica – “Só sei que foi assim”, de Giovanna Muzel
Melhor ator – Clemente Viscaíno em “É assim que você parece”
Melhor atriz – Janaina Kremer em “Sonata”
Melhor direção – Boca Migotto pelo filme “Dia de Mudança”
Melhor roteiro – Juh Balhego por “Quero ir para Los Angeles”
Melhor fotografia – Pedro Clezar no filme “Dia de Mudança”
Melhor montagem – Lucas Reis no filme “Who’s that man inside my house?”
Melhor direção de arte – Thai Ribeiro no filme “Who’s that man inside my house
Melhor música (trilha sonora) – Antonia Garai (Kerexu Jera Poty) em “Kerexu”
Melhor edição de som – Marcos Lopes e Tiago Bello do filme “Endotermia”
Melhor produção executiva – Daniela Israel, Juh Balhergo e Ulisses da Motta do filme “Quero ir para Los Angeles”.