Projetos gaúchos são vencedores do Prêmio Brasil Criativo

COMPARTILHAR

De uma plataforma para engajar vizinhos a reformarem locais públicos a um museu que retrata a beleza do subúrbio de Salvador, os projetos vencedores do Prêmio Brasil Criativos, mostram a diversidade da economia criativa do país.

Os vencedores foram revelados no último sábado, dia 30 de novembro durante o Pixel Show em São Paulo. O Prêmio tem como propósito fortalecer, revelar e incentivar a economia criativa brasileira, por meio da divulgação e valorização de iniciativas nos diferentes segmentos que compõem o setor.

A premiação que está em sua terceira edição é apresentada pela 3M e o Ministério da Cidadania com patrocínio do Mercado Livre. Ao todo 12 projetos das cinco regiões do país foram contemplados com a premiação. Entre os quais estão dois projetos do Rio Grande do Sul, o projeto “Hip Hop nas Escolas” de Caxias do Sul, na categoria Música e o Banco de Imagens “Tem que Ter” de Porto Alegre, na categoria Publicidade.

Além do reconhecimento das iniciativas, os vencedores terão suas trajetórias contadas em um documentário que será produzido pela organização do Prêmio Brasil Criativo, que ajudará a divulgar os projetos e a difundir e inspirar novos negócios e ações. O documentário será lançado no dia 21 de abril, data em que é celebrado o Dia Mundial da Criatividade. “A partir de agora, a missão do Prêmio Brasil Criativo é conectar esse ecossistema e ampliar as oportunidades de desenvolvimento e geração de negócios entre os empreendedores destes setores. Vamos fortalecer a comunidade de empreendedores, profissionais, curadores e parceiros que fazem parte desta grande rede criativa formada pela premiação”, revela Lucas Foster especialista em criatividade e idealizador do Prêmio Brasil Criativo.

Saiba mais sobre os projetos gaúchos

Música / DJ do Ano
Cultura Hip Hop nas Escolas – Caxias do Sul – Rio Grande do Sul
Chiquinho Divilas comanda o Hip Hop nas escolas, ele é educador social, mestre em diversidade poeta e leva inclusão e cultura para escolas públicas por meio da arte.
www.facebook.com/pg/chiquinhodivilas

Tem que ter – Porto Alegre – Rio Grande do Sul
O primeiro banco de imagens focado na representação e visibilidade LGBTI+ e outras minorias, que não se identificam na publicidade brasileira.
https://www.facebook.com/temqueter.org/