Projeto Orquestra Jovem e Escola Casa da Música está com vagas abertas para aulas gratuitas de música

COMPARTILHAR
Apresentação vocal infantil. Crédito: André Werutsky

O projeto Orquestra Jovem e Escola Casa da Música está com matrículas abertas para aulas gratuitas de música. As vagas são destinadas a estudantes de escolas públicas de Porto Alegre e Região Metropolitana, com idades entre 6 e 16 anos. Cada aluno pode escolher uma entre 10 modalidades de instrumentos, que podem ser combinados com grupo vocal ou xadrez. Os instrumentos são: violino, viola, violoncelo, contrabaixo, cavaquinho, flauta doce, flauta transversal, percussão, piano e violão.

Os estudantes inscritos nas aulas terão acesso aos instrumentos, que serão emprestados pela Casa da Música, para os estudos em casa. Para participar, é necessário se inscrever pelo link: https://bit.ly/31iWq9Sou pelo site www.casadamusicapoa.com.br.

As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de janeiro. As vagas são limitadas. Após se inscreverem, os interessados deverão participar de uma entrevista no dia 03 de fevereiro, a ser realizada na Casa da Música, a partir das 10h.

Apresentação Percussão – Crédito André Werutsky

As aulas terão início em março de 2021. Poderão ser no formato online ou presencial, dependendo das regras de isolamento social. A Casa da Música está localizada na Rua Gonçalo de Carvalho, 22, em Porto Alegre.

A iniciativa é da AACAMUS(Associação de Amigos da Casa da Música), viabilizada com financiamento do Pró-Cultura RS– Secretaria da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul, e patrocínio da Satis Brasil.

MÚSICA PARA TRANSFORMAÇÃO SOCIAL
O projeto teve início em 2017 e já atendeu mais de 220 estudantes. No ano de 2020, por conta da pandemia, as aulas ocorreram no formato online.

O objetivo é incluir crianças e jovens para que tenham vivência musical no turno inverso à escola. Também insere os estudantes em programações como recitais e concertos. Trata-se de uma forma de promover a transformação social por meio da música, promovendo o convívio social, estimulando o aprendizado e a elevação da autoestima, além de possibilitar a formação para acesso a emprego no futuro, fomentando o desenvolvimento da economia da cultura na área musical.