Projeto de Literatura desenvolvido para pessoas idosas – Companhia das Palavras

COMPARTILHAR
Texto Produzido Idoso a partir da leitura do Palavras Abraçam Casa Andre Luiz

Uma ação para levar companhia a quem mais precisa em tempos de isolamento social. Com a ajuda e contribuições de amigos e parceiros, o Companhia das Palavras foi concebido, durante a pandemia da covid-19, e iniciou suas atividades na última semana de agosto, com o objetivo de acalantar e melhorar os dias de uma das populações mais vulneráveis durante a pandemia, a dos idosos que vivem em instituições de longa permanência. A ação está atendendo mais de 300 pessoas, em asilos de Bragança Paulista, Barretos, Aracaju e Porto Alegre e, devido aos resultados colhidos já serem positivos, quer alcançar ainda mais pessoas e estados do Brasil.

O Companhia das Palavras consiste no envio diário de cartões postais digitais, com conteúdo literário, destinado a sessões de leitura para idosos que vivem em instituições de longa permanência – os asilos. Segundo Renata Roquetti, sócia-fundadora da produtora Semente, idealizadora do projeto, esta população já vive o dia a dia do afastamento social, e com o advento da pandemia, foram privados de visitas e de atividades que não sejam as essenciais. “São pessoas que estão vivenciando o isolamento de forma ainda mais delicada e acentuada que a maioria de nós, as cidades veem suas atividades serem gradualmente retomadas, mas os asilos ainda vivem a famosa “faixa vermelha”, declara.

Sessão Leitura SPAAN
Mediadora: Roberta
e Idosa

Para conceber o projeto, Renata consultou diversos especialistas da área da saúde, entre eles médicos e psicólogos, que atendem pacientes em asilos, e todos foram unânimes: uma atividade relacionada à poesia poderá contribuir para qualidade de vida e para uma percepção positiva da realidade. “Levar diariamente algo novo e positivo, preenchendo o cotidiano destas pessoas, poderá auxiliar na saúde mental, emocional e no bem-estar delas”, afirma a produtora.

Está prevista a criação e produção de mais de 120 cartões postais pela Semente, que serão ilustrados por Rafael Monti. Já foram criados 30 cartões, que estão sendo enviados a cinco instituições asilares, durante dois meses: Vila São Vicente De Paulo (Bragança Paulista, SP), Casa Transitória “André Luiz” (Barretos, SP),  Associação Das Auxiliares Bertoni (Barretos, SP), Same Lar De Idosos Nossa Senhora Da Conceição (Aracaju, SE) e Sociedade Porto-alegrense de Apoio aos Necessitados (Porto Alegre, RS).

Serão selecionados poemas de diversos escritores como William Shakespeare, Emily Dickinson, Fernando Pessoa, Olavo Bilac, Rainer Rilke, Camões, Khalil Gibran, entre outros da literatura universal e autores inéditos do Brasil. Cada postal também conta com história da vida de cada poeta e sua participação na literatura universal como foco no aprendizado literário. Os profissionais que atendem nas instituições receberam capacitação em interpretação de texto e mediação de leitura, tudo gratuitamente.

O projeto tem objetivo de seguir os envios nos próximos meses e ampliar a rede de entidades e consequentemente, de pessoas atingidas. Para isso, a Semente colocou no ar uma campanha de financiamento coletivo, através da plataforma apoie.se https://apoia.se/companhiadaspalavras com contribuições a partir de R$10,00. Ao final do período de isolamento social, os postais impressos serão enviados às instituições.

Instituições contempladas
Vila São Vicente De Paulo, Bragança Paulista – São Paulo https://www.vilasaovicentedepaulobp.org/
Casa Transitória “André Luiz”, Barretos – São Paulo – http://casaandreluiz.org.br/
Associação Das Auxiliares Bertoni, Barretos – São Paulo – http://www.viladospobres.com.br/
Same Lar De Idosos Nossa Senhora Da Conceição, Aracaju- Sergipe – https://samelardeidosos.wixsite.com/same
Sociedade Porto-alegrense de Apoio aos Necessitados, Porto Alegre – Rio Grande do Sul – https://pt-br.facebook.com/Spaan.org/