Motoristas profissionais do Rio Grande do Sul já podem se atualizar com curso a distância

COMPARTILHAR

Segundo dados do Detran/RS, cerca de 740 mil condutores do estado trabalham como motoristas profissionais, em áreas como transporte coletivo de passageiros, de escolares e condução de veículos de emergências.

Todos esses condutores devem realizar um curso de atualização desta especialização a cada cinco anos. E a novidade é que agora os motoristas gaúchos poderão se atualizar sem sair de casa, graças à modalidade de EAD, a educação a distância.

A especialista em educação digital para o trânsito e diretora de Produtos da Procondutor, Cláudia de Moraes, explica quais cursos já estão à disposição dos motoristas. “Desde o início de abril, cinco atualizações estão disponíveis na modalidade EAD. São os cursos de Transporte Coletivo de Passageiros, Transporte de Escolares, Transporte de Produtos Perigosos, Transporte de Veículos de Emergência e Transporte de Cargas Indivisíveis”.

Muitos motoristas profissionais que alegavam falta de tempo, seguiam dirigindo e desrespeitando as normas de trânsito. Para os que estão sem a atualização, fica o aviso: se forem parados em uma blitz, poderão ser multados em R$ 88,38, além de receber três pontos na CNH e ter o veículo retido até a apresentação do certificado de atualização do curso.

“A falta de tempo não é mais desculpa para regularizar a situação. Os Centros de Formação de Condutores do Rio Grande do Sul já contam com a plataforma de educação a distância para a atualização dos motoristas profissionais do estado. Com isso, o processo que antes tomava tempo, agora ficou mais rápido e eficaz”, afirma Claudia.

Os interessados devem dirigir-se ao CFC mais próximo para realizar a matrícula. Depois disso, podem estudar onde e quando quiserem. O curso não exige exame ou prova e o certificado de conclusão renova a atuação como motorista profissional por mais cinco anos.