Marca lança cachaça em homenagem a Rota Romântica

124
COMPARTILHAR

Construída pelos imigrantes alemães que povoaram a cidade de Ivoti, no Rio Grande do Sul, e finalizada com recursos de Dom Pedro II, devido sua extrema importância comercial, a Rota 48 foi um trajeto muito utilizado por tropeiros no século 19.

Em homenagem ao seu principal financiador, parte dela ficou conhecida como a “Ponte do Imperador”. Parte de sua extensão abrigava um verdadeiro complexo comercial, como estadias aos viajantes que precisavam fazer uma parada, ferrarias, comércio de charque e, inclusive, de cachaça. Ponto turístico da região por sua importância histórica, hoje a Rota 48 faz parte da Rota Romântica e é o acesso principal à também renomada cachaçaria Weber Haus.

Atenta aos pedidos de profissionais da área de coquetéis, como mixologistas e bartenders – e como forma de homenagear a importância histórica de onde está instalada – Destilaria H. Weber decidiu lançar uma cachaça de graduação alcoólica mais elevada: a Rota 48, que, não por coincidência, possui 48% de álcool. “Nossa inspiração para o lançamento da Rota 48 foi o alto pedido de bartenders por uma cachaça com a qual eles possam usar uma menor dose sem comprometer suas características sensoriais” – explica Evandro Weber, diretor da Destilaria H. Weber.

A bebida será vendida em duas versões: prata, com teor alcoólico de 48%, apenas armazenada em tanques de inox, não envelhecida; e ouro, armazenada em barricas de amburana por seis meses e com teor alcoólico de 40%.

“O processo de envelhecimento deixa a cachaça com um sabor bem amadeirado, tornando-a apropriada a ser degustada pura. A Rota 48, por ser apenas armazenada e não envelhecida, é excelente para a elaboração de drinks, sobretudo caipirinhas. “ – esclarece Evandro.