Marca gaúcha de energético orgânico exporta para Dinamarca

COMPARTILHAR
Paulo Sattamini - Por Diego Larré

Nada melhor para uma empresa do que concluir 2020 batendo recorde de vendas e abrindo novos mercados. Esse é o cenário que a BrasilBev, empresa responsável pelo Organique, o primeiro energético orgânico do mundo com ingredientes brasileiros.A empresa acaba de embarcar para a Dinamarca um lote com 150 mil latas de Organique Energy, Organique Pure Energy Zero, Chá-Mate Organique Limão Zero e Chá-Mate Organique Pêssego Zero. Esse envio fez com que dezembro representasse um recorde histórico de venda da marca e consolidou o aumento de mais de 100% nas exportações em relação ao ano de 2019.

Segundo João Paulo Sattamini, CEO da BrasilBev, essa remessa será encaminhada para Dinamarca, Noruega, Suécia, Finlândia e Alemanha. “É a primeira vez que chegamos nesses países e já com a vantagem de estar presente em pontos de venda que dialogam diretamente com o perfil de nossos consumidores. Todas as 150 mil unidades dos produtos serão distribuídas em redes de supermercados, lojas de conveniência e postos de gasoliina”, explica.

A remessa que chega aos cinco países já conta com o lançamento da marca em 2020, sua linha Zero. Criada após ouvir clientes que não consomem açúcar e queriam uma opção saudável de energético, segundo Sattamini, esses produtos representam a consolidação da marca como uma opção de energia saudável, sustentável e sem contra indicações para a saúde.

“Esse movimento é um diálogo claro com o crescimento na exportação em mais de 100% em relação ao ano passado. Esse cenário foi essencial para que em abril deste ano, a BrasilBev lançasse o e-commerce da empresa (www.organique.com.br), que hoje já representa 8% do faturamento em apenas poucos meses de atividade”, analisa Sattamini.