Lovin’ Wine, startup de vinhos em lata, é premiada pelo Wines of Brazil Awards Gold

362
COMPARTILHAR

Lançada em julho, a Lovin’ Wine, nova marca brasileira e de vinho em lata, nasceu com o objetivo de simplificar o consumo da bebida, atender um público diverso e abraçar todas as possibilidades que o mercado digital pode proporcionar. E agora suas duas opções, Rosé e Branco, foram premiadas pela Wines of Brazil Awards 2020. O Lovin’ Rosé Wine fez 87,50 pontos e conquistou a medalha de Wines of Brazil Awards Gold, enquanto o Premium White Wine fez 85,50 pontos e conquistou a medalha de Wines of Brazil Awards Commended.

Segundo João Paulo Sattamini, CEO da Lovin’, a conquista deve ser celebrada, principalmente pela grande pontuação alcançada por um vinho recém lançado no mercado. “O vinho brasileiro tem uma qualidade. E nós, quanto gaúchos, ainda que apresentando um formato disruptivo, nos fundamentamos nesta tradição. Tanto é que é só observar como vários espumantes e frisantes gaúchos são premiados internacionalmente. Viemos desta escola e ficamos muito felizes por honrar essa história”, avalia.

De acordo com Sattamini, a atribuição do score final é feita com base na média aritmética do total de 10 das 12 notas atribuídas por 10 dos 12 membros do Júri, uma vez que terão sido descartadas a menor e a maior notas, a fim de se prevenir dispersões. O Concurso Wines of Brazil Awards consagra anualmente os melhores vinhos do país em várias categorias e também premia os melhores do ano no setor em cada campo de atuação pelo vinho brasileiro.

Crédito: Diego Larré

Reconhecido como uma das principais fontes de orientação do mercado interno e externo para identificação de vinhos brasileiros de alta qualidade, o Concurso conta com um board constituído por renomados profissionais e consagra os melhores vinhos do nosso país em diversas categorias. “O concurso se mostra muito importante porque dá conhecimento aos consumidores sobre os melhores vinhos produzidos no Brasil e possibilita a projeção no plano midiático nacional e internacional da imagem dos melhores vinhos brasileiros e de seus produtores”, conclui Sattamini.

Nova no mercado, a Lovin’ teve seu primeiro lote vendido no primeiro mês de operação. Ou seja, as 15 mil unidades que estavam programadas para serem vendidas até o final de 2020 foram todas adquiridas em 30 dias. “Devido a esta grande procura, nossa meta é vender 100 mil latas até o final do ano. Nossa expectativa é faturar até o final de 2021 mais de R$ 7 milhões”, avalia Sattamini.

Cada latinha de Lovin’, de 269 ml, chega ao mercado em duas versões: Branco e Rosé, dois vinhos de alta qualidade, levemente gaseificados, com fermentação natural e que devem ser bebidos gelados. O primeiro, o Premium White Wine, conta com aromas e sabores refrescantes de frutas cítricas e brancas. Já o segundo, o Premium Rose Wine, que traz aromas intensos de frutas frescas de casca avermelhada, com mais do que um toque floral de rosas.