Documentário “Legado Italiano” estreia nesta quinta-feira

COMPARTILHAR
Legado Italiano - As primeiras casas foram construídas em madeira, material abundante na Serra gaúcha na época da imigração Crédito: Lança Filmes

Heranças dos primeiros imigrantes italianos que começaram a se estabelecer na Serra Gaúcha a partir de 1875, aspectos como a religiosidade, a música, a gastronomia, a arquitetura, a indústria, o talian e o vinho são a matéria-prima da diretora Marcia Monteiro no documentário “Legado Italiano”, que estreia nesta quinta-feira (19). O filme produzido pela Camisa Listrada, em coprodução com Globo Filmes, GloboNews e Celeiro Produções, poderá ser assistido em formato on demand (locação digital) pelo site exclusivo www.legadoitaliano.com.br. A distribuição é da Lança Filmes.

Em 84 minutos, descendentes de imigrantes e especialistas em diferentes áreas contribuem com explicações e relatos carregados de emoção a respeito daquele que é considerado um dos maiores fluxos migratórios da história, ocorrido no final do século 19. Ao todo, a equipe visitou 20 cidades no Brasil e na Itália para entrevistar 94 pessoas.

“Durante a minha pesquisa para o filme, percebi que, para sobreviverem e progredirem, os imigrantes tiveram que contar uns com os outros, e o filme também foi realizado na base do mutirão, através da contribuição de várias pessoas e entidades e empresas que acreditaram nessa história”, salienta a diretora.

No Rio Grande do Sul, as gravações ocorreram na Serra e no Vale do Caí, nas cidades de Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Nova Pádua, Pinto Bandeira, Vila Flores e São Sebastião do Caí. Cada uma evidencia um dos temas desenvolvidos no filme. Já no país europeu, Marcia visitou as regiões do Trentino e do Vêneto, de onde saiu o maior número de imigrantes para o Brasil, e Gênova, de onde partiam os navios a vapor com destino à América.

“São quatro anos dedicados a esse projeto que agora vai chegar ao público. Estudando, conhecendo pessoas e histórias, trago comigo um fator que me marcou muito: constatei que a solidariedade entre os que chegavam da Itália foi fundamental. Mesmo vindo de lugares diferentes, falando dialetos diferentes, quando a sobrevivência dependia da união de todos, surge o que considero a grande força dessa região e dessa história: o mutirão”, reflete Marcia.

“Legado Italiano” tem produção e produção executiva de André Carreira, direção de fotografia de Elton Menezes e Dandy Marchetti e montagem de Pedro Vinícius. A trilha sonora original é assinada por Mú Carvalho, com violoncelo de Jaques Morelenbaum.

Patrocínio: Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho e Rodoil. Apoio cultural: Salton, Peterlongo, Simonaggio e Giordani Turismo. Apoio de lançamento: Fecovinho.

Legado Italiano – A Romaria de Nossa Senhora de Caravaggio em Farroupilha expressa a fé dos imigrantes e seus descendentes Crédito: Lança Filmes

SERVIÇO
O que: documentário “Legado Italiano”, de Marcia Monteiro
Produção: Camisa Listrada, em coprodução com Globo Filmes, GloboNews e Celeiro Produções
Distribuição: Lança Filmes
Lançamento: 19 de novembro de 2020
Idiomas: diálogos em português e italiano, com legendas disponíveis em português, italiano e inglês
Acessibilidades disponíveis: closed caption, libras e audiodescrição
Onde assistir: www.legadoitaliano.com.br
Quanto: R$ 14,90