Cremers comemora 70 anos com homenagem aos médicos que atuaram na pandemia

271
COMPARTILHAR

A solenidade de aniversário do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers) foi realizada nesta quinta-feira (05), na sede da autarquia em Porto Alegre. Na oportunidade, foi descerrada uma placa em homenagem aos médicos que estiveram na linha de frente no combate à Covid-19. Também foram homenageados, com certificado de mérito médico e placa comemorativa, os profissionais com registros mais antigos no Conselho: Arnaldo José da Costa Filho e Carlos Oswaldo Degrazia.

O presidente Carlos Sparta destacou, em seu discurso, a importância da classe médica na pandemia: “Nossos antecessores devem estar orgulhosos de nós, pois não faltaram médicos. Por isso, nossa campanha sobre o orgulho de ser médico”, pontuou. Após elogiar a excelência da formação e atuação dos profissionais do estado, Sparta falou sobre a importância do Conselho: “Somos o quarto CRM em existência, mas tenho a convicção de que somos o primeiro em eficiência, pois temos os melhores médicos, a melhor estrutura e, vamos fazer o nosso Cremers continuar sendo o melhor CRM do Brasil”, finalizou.

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo agradeceu as entidades médicas pelo apoio na vacinação e parabenizou o Cremers: “Em nome da nossa cidade, venho reconhecer uma trajetória de setenta anos. Sei o papel de um conselho, e esse nos orgulha pela postura ética ao longo da história”, disse.

Crédito: Fredy Vieira

A mesa foi composta pelo presidente do Cremers, Carlos Sparta; vice-presidente, Marcelo D’Ávila; prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo; Tatiana Della Guistina, representando o Conselho federal de medicina (CFM); Raphael Câmara Parente, representando o Ministério da Saúde; senador Luiz Carlos Heinze;  Dep. Thiago Duarte, representando a Assembleia Legislativa; vereadora Mônica Leal, representando a Câmara Municipal; reitor da UFRGS, Carlos André Bulhões; presidente da Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), Gerson Junqueira Júnior; e o presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Marcos Rovinski.

A solenidade contou, também, com a presença do secretário da Saúde de Porto Alegre, Mauro Sparta, representantes de entidades médicas, de saúde, de CRMs do Rio de Janeiro e São Paulo, da Justiça, do Ministério Público, Polícia Federal, deputados estaduais, federais e colaboradores do Cremers.

Homenageados com registros mais antigos
Arnaldo José da Costa Filho, com 99 anos, é especialista em Ortopedia e Traumatologia e Medicina Física e Reabilitação. Formou-se na UFRGS em 1947 e ostenta o CRM nº 378.

Carlos Oswaldo Degrazia, também com 99 anos, é patologista, formado pela  UFRGS em 1947. Registrou-se no CREMERS em 1958 e possui o CRM nº 1099. Na homenagem, o médico foi representado pelo filho, também médico, José Eduardo Degrazia.

História
O Cremers foi fundado oficialmente em 06 de maio de 1952, data da eleição do primeiro Conselho. No dia 16 do mesmo mês foi eleita a primeira diretoria, que proclamou como presidente o Professor Luiz Francisco Guerra Blessmann, patrono da cadeira n° 43 da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina.
Os Conselhos Regionais de Medicina foram oficializados como autarquias federais em 1957, com o poder e o dever de normatizar, fiscalizar e julgar o exercício profissional dos médicos. No ano seguinte, foi criado o sistema numérico de inscrições, que identifica o médico para o exercício da profissão. Coube ao segundo presidente do Cremers, José Luiz Tavares Flores Soares (1956-1958) receber o registro número 1.