Casa da Música Na Sua Casa apresenta pianista André Carrara em recital virtual

68
COMPARTILHAR

O próximo recital da série CASA DA MÚSICA NA SUA CASA traz ao público apreciador da música, como parte das comemorações pelos seus 250 anos de nascimento, uma obra de Ludwig van Beethoven, um dos maiores compositores de todos os tempos.

No domingo, 1º de novembro, às 19h, o pianista André Carrara interpreta a Sonata Op. 2, nº 3, em Dó Maior, de Ludwig van Beethoven (1770-1827). Essa é uma das primeiras sonatas para piano solo de Beethoven, escritas quando o compositor tinha 25 anos de idade. Possui quatro movimentos: I. Allegro con brio, II. Adagio, III. Scherzo – Allegro e IV. Allegro assai.

As apresentações dos recitais CASA DA MÚSICA NA SUA CASA seguem tendo novas estreias regularmente, sempre nos domingos, às 19h, e podem ser acompanhadas pelas redes sociais do espaço cultural.

Recitais nas redes sociais da Casa da Música Poa
Facebook: https://pt-br.facebook.com/CasadaMusicaPoa/
Instagram: https://www.instagram.com/casadamusicapoa/
Youtube: https://www.youtube.com/user/casadamusicapoa

André Carrara – Pianista e regente mineiro, André Carrara nasceu em Ubá, onde iniciou seus estudos musicais. Em 1984, ingressou na Escola Nacional de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), concluindo, em 1989, o Bacharelado em Música (piano) na classe do Prof. Dr. Heitor Alimonda. De 1989 a 1995, aperfeiçoou-se, inicialmente no Brasil e, posteriormente, na França, com a Profª. Drª. Nise Obino, recebendo, nesse período, aulas de interpretação do pianista Nelson Freire. Sob a orientação do Prof. Dr. Jacob Herzog, obteve o título de Mestre em Piano pela UFRJ, com dissertação sobre a execução integral dos 24 Estudos Op. 10 e Op. 25 de Frédéric Chopin. Em 2010, sob a orientação da Profª. Drª. Cristina Gerling e do Prof. Dr. Ney Fialkow, foi aprovado na defesa de tese para obtenção do título de Doutor em Música (subárea – piano), na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com o trabalho “Conteúdo emocional e toques pianísticos”.