Arquitetura contemporânea propõe novos ares a Cel. Bordini

349
COMPARTILHAR

O empreendimento Aura, localizado em um dos pontos mais altos da Cel. Bordini, na fronteira entre os bairros Bela Vista e Auxiliadora, é a nova aposta imobiliária da Frass Incorporadora. Com uma arquitetura moderna, que preza pela sutileza e por uma integração natural com a paisagem, a proposta arquitetônica traz novos ares a uma das ruas mais tradicionais de Porto Alegre. A ideia é romper a barreira do que é dentro e o que é fora, sem o uso de gradil, promovendo uma conexão do prédio com o entorno.

“Entendemos que cada projeto deve nascer naturalmente conectado ao ecossistema urbano, se integrar a paisagem e proporcionar a criação de relações de valor com e entre as pessoas. Nos orgulhamos de ter reunido um grupo seleto de arquitetos, paisagistas, engenheiros e designers, para traduzir um ideal em forma de empreendimento”, explica Ricardo Frasson, sócio da Frass.

O prédio que conversa com a rua será composto por um subsolo e treze pavimentos, sendo que no segundo, estará um único apartamento, de 288,90 m², com jardim privado. Nos demais andares, estarão distribuídos 22 apartamentos, com metragens que variam de 160,52 m² a 187,62 m². Dividindo o protagonismo do projeto arquitetônico, estão dois escritórios distintos, que transitam facilmente entre o contemporâneo e o tradicional: André Petracco Arquitetura e Smart Arquitetura.

Blackhaus – Bordini/divulgação

No projeto de paisagismo, assinado por Krebs+ Paisagismo, empreendimento e rua revelam uma inegável conexão. A proposta abraça o entorno da Bordini, com sua diversidade de espécies, plantadas na década de 30. O jardim inicia com as árvores já existentes, e continua com a sutileza de uma vegetação horizontal. Em seu interior, estão espaços de convivência, lazer e contemplação. Intimista, o jardim de inverno é equipado com uma parrilla e braseiro, que inspiram momentos de relaxamento. Já a piscina, exposta ao nascer do sol, conta com um muro verde em sua extensão, rico em espécies de plantas verticais.

Para o projeto de interiores, capitaneado pela Ambidestro Arquitetura, a ideia foi transformar o ambiente social em uma sala de estar aconchegante, que se torna a extensão dos apartamentos. Dando as boas-vindas aos moradores, haverá uma adega de vinhos condominial com alta tecnologia, assinada pela Lacava – Adegas Personalizadas, que proporcionará condições ideais para o envelhecimento harmonioso das bebidas com controle da temperatura, umidade, incidência luminosa e vibrações. Cada apartamento terá o seu espaço exclusivo na adega com chaves individuais e acesso único. No segundo pavimento, estão uma academia completa, uma brinquedoteca e um lounge com TV e mesa de sinuca.

O  empreendimento com VGV estimado em R$ 70 milhões é o resultado de um processo de criação colaborativo que durou cerca de dois anos. As obras iniciam em janeiro de 2022 e a previsão de entrega do empreendimento é para 2024.