Evento discute qualificação na criação e as possibilidades da mídia exterior

54
COMPARTILHAR

Qualificação, criatividade e informação são os aspectos fundamentais para alavancar a mídia out of home e explorar todo o seu imenso potencial. Esta foi a percepção do público após o evento “Mídia exterior: a verdade está lá fora”, realizado nesta quinta-feira (13), em uma parceria entre Associação Riograndense de Propaganda (ARP), marketplace Anunciarooh.com e Clube de Criação RS. O debate criativo, construtivo e profissional reuniu Antônio Carlos Aquino de Oliveira, idealizador do evento e diretor do Anunciarooh.com; Renata Schenkel, segunda vice-presidente da ARP; e William Mallet e Alessandro Carlucci, conselheiros do Clube de Criação RS.

A primeira apresentação da noite foi de Antônio Carlos Aquino de Oliveira. O especialista em marketing estratégico falou sobre as inúmeras possibilidades da mídia exterior, mostrando diferentes formatos e meios, como mobiliário urbano, pontos comerciais, outdoors e indoors, que agências e anunciantes podem — e devem — explorar. Para ele, agências e profissionais precisam ter um conhecimento mais aprofundado sobre as questões técnicas e as alternativas dentro da área, a fim de criar peças mais assertivas. “As informações precisam chegar ao criativo, para que este consiga explorar ao máximo o potencial dos espaços”, afirmou. “Mídia exterior é um baita negócio. E, mesmo assim, é menor do que o tamanho do mercado. Isto porque as agências não têm o conhecimento certo”, completou.

Para isso, segundo Aquino, é necessário tanto qualificar profissionais e agências quanto levar este entendimento para anunciantes. “Estamos vendo uma overdose de possibilidades. Para aproveitar isso, no entanto, precisamos profissionalizar, saber onde investir, como criar com máxima eficiência e ter métricas”, defendeu.

William Mallet e Alessandro Carlucci, conselheiros do Clube de Criação RS, comandaram a segunda parte do evento. E começaram logo com uma provocação: “Mídia exterior é um soco na cara! É inesperada, impactante e rápida”. Em uma palestra dinâmica, os publicitários mostraram um guia rápido sobre mídia out of home, exibindo exemplos de criações de sucesso e destacando a força visual, a importância de unir mensagem e imagem, além de brincar e extrapolar formatos. “É preciso respeitar os formatos. As peças ruins são aquelas confusas, longas e cheias de informações”, explicaram.

Para finalizar o evento, os palestrantes subiram ao palco e receberam Renata Schenkel, segunda vice-presidente da ARP e diretora nacional do G5, para um bate-papo aberto e produtivo com o público. A publicitária ressaltou a importância de entender o objetivo e necessidade do cliente, cruzar todas as informações disponíveis e explorar alternativas reais e pontuais para o público. “Quando bem utilizada e planejada, a mídia exterior pode ser segmentada e ter uma boa rentabilidade”. E Aquino encerra com a mensagem: “Hoje, jogamos uma semente que será muito regada. Precisamos levar esta discussão importante para dentro das universidades. E, mais do que isso, temos que sair da zona de conforto da ignorância que o Brasil está”.