SAP Brasil e Amazon Web Services se juntam à agência Africa para aperfeiçoar o “Algoritmo da Vida”

127
COMPARTILHAR

Foi anunciada uma nova parceria entre a Africa, SAP Brasil e Amazon Web Services (AWS). Visando aprimorar e ampliar a escala do “Algoritmo da Vida”, projeto criado pela agência para prevenir suicídio por meio de análises de postagens públicas no Twitter, as empresas líderes no setor de tecnologia se unem ao projeto para aprimorar a ferramenta, aumentar a sua eficácia e potencializar seu alcance.

A parceria com a SAP permitirá que a solução e o banco de dados sejam replicados em um ambiente SAP HANA Cloud para refinamento do algoritmo por especialistas da SAP, como melhorias da base de dados e aplicação de inteligência preditiva (SAP Analytics Cloud), capaz de identificar mudanças de comportamento nos perfis monitorados e sinalizar quando uma ação imediata é necessária. Juntas, a SAP e a AWS disponibilizam um time de analistas de dados e engenheiros de solução que trabalharão na melhoria contínua do “Algoritmo da Vida”.

Luciana Coen, diretora de CSR e Comunicação na SAP Brasil, acredita que iniciativas como essa possuem forte impacto para identificar vulnerabilidades emocionais e ajudar para que as pessoas tenham acesso a serviços de apoio. “A tecnologia tem a capacidade de escalar a solução de problemas, podendo atingir mais pessoas. O Algoritmo da Vida é um projeto que abraçamos e que acreditamos que fará a diferença na vida de muitas pessoas”, diz. 

Para a Africa, além do conhecimento técnico disponibilizado pela SAP e AWS, a parceria agrega uma visão analítica, baseada em dados, que vai permitir ter o controle total da ferramenta, bem como um diagnóstico em tempo real do quadro de perfis monitorados e que, inclusive, podem ser disponibilizados para dar suporte às ações que engajem a sociedade em projetos de esclarecimento e combate à depressão, bem como dar subsídios para ações de saúde pública.

 “O Algoritmo da Vida nasceu a partir de uma ideia da agência que agora alcança uma nova escala. Esse sempre foi um dos nossos objetivos, desde o início do projeto. Então é gratificante tirar do papel essa nova parceria e ver as áreas de comunicação e tecnologia unindo forças para gerar cada vez mais impacto positivo”, comenta Sergio Gordilho, copresidente e CCO da Africa.