Revista Press Advertising chega aos 25 anos e encerra atividades

469
COMPARTILHAR

Começa a circular nesta quinta-feira, 12 de maio, a última edição da revista PRESS ADVERTISING. A edição assinala os 25 anos de circulação ininterrupta da publicação, que começou apenas como Advertising, em abril de 1997, e, depois, ganhou a companhia da Press, em junho de 2000. Desde 2003, elas passaram a circular conjuntamente. Ao todo, foram mais de 350 edições.

Para Julio Ribeiro, idealizador e publisher das publicações, a decisão de encerrar a produção das revistas tem tudo a ver com as mudanças que o meio sofreu na última década, provocadas pela tecnologia e que impactaram tanto a audiência quanto as verbas publicitárias.

“Quando iniciamos a Advertising, há exatos 25 anos, o meio revista representava 9% do bolo publicitário brasileiro, que era de U$ 10,6 bilhões (na cotação presente do dólar, algo como R$ 50 bilhões). Ou seja, revista tinha um pedaço das verbas de propaganda correspondente a R$ 4,5 bilhões.

No ano passado, 2021, o meio revista representou irrisórios 0,4% de share de um montante de verbas de R$ 12,2 bilhões de reais (pouco mais de 20% do que se investia em 1997). Ou seja, 25 anos depois, a fatia de verbas destinadas às revistas pelo mercado publicitário nacional representa apenas R$ 48 milhões, quase 100 vezes menos em real do que se investia quando publicamos a primeira edição da Advertising”, explica o empresário, para quem o surpreende é que o quanto resistiu a tomar essa decisão.

Com o fim dos veículos impressos, a  Athos Editora encerra, também, as suas publicações online (Portal Press e Adonline) e a Rádio Press. Isso porque todos esses produtos tinham como âncora as revistas.

O único produto que resiste e continuará sendo produzido pela editora é o PRÊMIO PRESS, cuja 23ª edição já tem data marcada para sua cerimônia de premiação> dia 22 de novembro, nos salões nobres da Associação Comercial de Porto Alegre.

Julio Ribeiro explica que o Prêmio Press ganhou vida própria, ao longo dos anos, e mantém sua sustentabilidade econômica. Sendo assim, os profissionais de imprensa do Rio Grande do Sul podem ficar tranquilos, que poderão continuar sonhando com o troféu do maior e mais disputado prêmio do jornalismo brasileiro.

O Jornal da Capital (www.jornaldacapital.com.br), também continuará e será tocado pela Nelci Guadagnin, que a partir de julho deixa a editora para tocar esse e outros projetos.

Julio Ribeiro deverá anunciar, em julho, dois novos projetos pessoais. Ele salienta que a sua vida é produzir conteúdo de qualidade e é o que vai continuar fazendo.

A ultima edição da revista PRESS ADVERTISING (que já está circulando no mercado de comunicação gaúcho) pode ser, também, conferida no www.revistapress.com.br