Ralf Beer pede o fim da sujeira na política e nas bebidas

405
COMPARTILHAR

A Ralf Beer lançou uma campanha ousada, assinada Abajur Propaganda e Inovação, com o objetivo de valorizar a produção artesanal e a qualidade do produto puro malte de verdade em comparação às cervejas líderes e mesmo aos lançamentos dos grandes players também classificados como “puro malte”.

Aproveitando o momento de mobilização das redes sociais contra a corrupção, a Ralf decidiu pedir um basta “à sujeira que nos fazem engolir”.

Criticando a cara de pau e as fake news tanto dos políticos quanto das grandes cervejarias, a fabricante gaúcha de chopp questionou a mistura de milho, arroz e outros cereais na composição dos produtos concorrentes.

A campanha vem à tona em um momento estratégico em que o governo publicou o Decreto 9.902/2019 que define novas regras para a produção de cerveja no país. A mudança gerou debate sobre limites de arroz, milho e outros na produção da bebida, que, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, permanece inalterado, apesar de o limite de 45% para esses cereais não estar mais presente no decreto, como estava anteriormente.