Histórias Feitas com STIHL: empresa desenvolve websérie para contar histórias de clientes

COMPARTILHAR
Crédito: Divulgação STIHL

A STIHL, relata por meio de vídeos em seu canal no YouTube a rotina de clientes reais e como a marca participa de suas vidas por meio de diversos produtos que facilitam suas atividades. Com o objetivo de contar essas histórias, além de gerar identificação com usuários dos equipamentos e trabalhadores dos mercados atendidos, foi criada a websérie Histórias Feitas com STIHL. Em 2022, a ação será utilizada como estratégia de comunicação focada no público do segmento agropecuário. No primeiro vídeo, o público é apresentado à história de Edinéia Fernandes e Amaray Teixeira, casal de agricultores familiares de Lucas do Rio Verde (MT).

“É importante destacar e enaltecer histórias de superação, principalmente quando falamos de produtores rurais, que cumprem um papel fundamental em todas as regiões do Brasil. Assim, temos como objetivo trazer o holofote para contar os casos de amor dos usuários com a agricultura e também com a STIHL, que muitas vezes é passada de geração em geração. Os nossos equipamentos contribuem para que muitos homens e mulheres do campo possam desempenhar suas tarefas de forma produtiva e eficiente. E é por isso que desenvolvemos ferramentas motorizadas há tanto tempo: para que essas pessoas sigam construindo novas histórias”, destaca o gerente de Marketing da STIHL, Rafael Zanoni.

Da mesma forma, os vídeos exploram o Brasil e a sua riqueza cultural. A websérie, que já vinha abordando diversas regiões, apresentará a partir de agora diferentes culturas do segmento agronegócio, traçando variados perfis de brasileiros e expondo o vasto alcance que a empresa tem em todo o território nacional, por meio dos mais de 4 mil pontos de venda. “Somos um país continental com uma ampla gama de descendências. Buscamos, dentro da estratégia, superar o desafio e abraçar toda esta miscigenação, contemplando sotaques, hábitos e características regionalizadas dos nossos clientes para gerar identificação e representatividade”, complementou Zanoni. Para a produção da websérie, a empresa contou com o apoio da agência Eyxo Estratégias de Inovação, de Porto Alegre (RS).

Fonte: Enfato Multicomunicação