Filme “Quarto Camarim” chega a Porto Alegre

264
COMPARTILHAR

O reencontro, depois de 27 anos, da diretora baiana Camele Queiroz com o seu tio Roniel – hoje com o nome de Luma e, até então, residente da cidade de São Paulo – é a história que guia o filme com abordagem documental e métodos ficcionais Quarto Camarim. Contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2015-2016, é exibido no dia 4 de abril na Cinemateca Capitólio. Antes de chegar ao país, o longa-metragem havia sido projetado somente em festivais internacionais no Canadá (Vancouver), Venezuela (Ilha de Maragarita) e República Dominicana (Santo Domingo). Além de Camele, Fabricio Ramos também assume a direção. Após a sessão, o público participa de debate com a crítica e mestre em Educação pela UFRS, com pesquisa em Cinema e Educação, Juliana Costa. A mediação é da também crítica de cinema, filiada à Abraccine, Adriana Androvandi.

A programação faz parte da temporada 2018 do projeto de difusão da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), e é realizado pelo selo independente Bahiadoc (arte-documento), em parceria com a Multi Planejamento Cultural. O longa já passou por Goiânia (GO), São Luís (MA), Florianópolis (SC), Belém (PA), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e ainda irá para Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), São Paulo (SP), Natal (RN) e – em datas a definir, totalizando 13 capitais.