Campanha criada pela Binder visa mostrar à população que não são apenas as vítimas que devem denunciar este crime

200
COMPARTILHAR

Com o objetivo de sensibilizar a população de que o feminicídio deve ser denunciado por qualquer pessoa que presencie o crime, e não apenas pela vítima, a agência Binder criou uma campanha para o Governo do Distrito Federal, que começou a ser veiculada na televisão e em rádio, em jornal e revista, nas redes sociais e em mobiliários urbanos e outdoor.

O destaque é um filme, para veiculação em TV, que exibe uma casa na qual teria ocorrido agressão a uma mulher. Enquanto a câmera percorre os cômodos do local, ouve-se ao fundo a ligação de uma mulher, aflita, denunciando o ocorrido. A impressão é de que a ligação está sendo feita pela vítima, mas, ao final, constata-se que a denúncia parte de uma vizinha do casal. Em seguida, um letreiro incentiva que sejam feitas denúncias à Central de Atendimento à Mulher, pelo telefone 180.

Além de comunicar a importância da luta para o fim do feminicídio, a campanha da Binder alerta para dados preocupantes que revelam, por exemplo, que, a cada dois segundos, uma mulher é vítima de violência no Brasil.

É tempo de ação contra o feminicídio.

Ficha Técnica
Agência: Binder + FC Comunicação
Cliente: GDF
Criação: Cauby Tavares, Sílvio Rodrigues e Diogo Arruda
Diretora de Operações: Lorena Oliveira
Atendimento: Bruno Sellani e Gabriela Miranda
Mídia: Regina Alves, Luzia Caroline, Verônica Dias
RTVC: Márcio Monteiro, Adriana Berquó e Amanda Costa
Finalização: Paulo Coimbra
Produtora: Studio 10
Diretor de Cena: Martin Toro
Fotografia: Daniel Basil