Músicas que fizeram a sua cabeça

2007
COMPARTILHAR

Me bateu uma saudade do programa “As músicas que fizeram a sua cabeça” da valorosa rádio FM Cultura, da Fundação Piratini, no RS. O programa foi um dos mais tradicionais da emissora com importantes registros e depoimentos de artistas, personalidades e pessoas interessantes como Zuenir Ventura, Paulo José, Affonso Romano Santanna, para citar alguns dos mais destacados. Não que a ideia fosse dar voz a quem já tem. Um dos objetivos do programa era proporcionar a escuta dessas vozes para que, por meio de um bate papo conduzido pela talentosa Ivete Brandalise, pudéssemos conhecer questões importantes que formaram e inspiraram estas pessoas e sei lá, talvez, chegar a revelar algumas das razões que as tornaram tão excepcionais e ( aqui por minha conta) tão mais interessantes que outras. Sim, pessoas são interessantes e outras não. E o que as diferencia são suas músicas, seus livros, suas calçadas, seus destinos. Por onde andam, o que olham e o caldo que as vai temperando nessa vida. E cada um sabe dos seus e cria seus parâmetros fazendo com que se queira ter uns perto e outros longe. Música é algo que me aproxima, ou não,  das pessoas.

Meu convite é para que vocês imaginem que cabeças são feitas por estas músicas cujos trechos divulgo abaixo. Qual legado estas maravilhosidades podem deixar? Separei aqui partes de dez músicas. São escolhas aleatórias via google onde a busca foi feita com palavras como: senta, toma, bonde, novinha, machucar, vai, vem, chupa. Estas são as palavras que mais se repetem e acabei gravando sem saber nome, artista, compositor ou intérprete. Apenas coloquei “senta letra de música” e assim fui compilando esta amostra. São centenas de canções neste Brasil tão violento com mulheres e meninas. A maioria delas cantadas por homens e meninos. Encontrei uma cantada por mulher e a coloquei no final da seleção. Será que lendo, sem os clipes (que não são graciosos), se encontra algum sentido no que está posto aí? Colocar em “papel” as palavras que cantam deve provocar alguma reação, espero. Difícil dizer isso, mas divirtam-se com o que segue:

“Mexeu com o bonde toma
A noite toda toma, toma
Mexeu com o bonde toma
A noite toda toma, toma
Mexeu com o bonde toma
A noite toda toma, toma”

“Eu já tô sabendo que lá na gaiola
Tá colando várias nova do rabão
Vai jogar na cara e várias delas gosta
Tá toda excitada, querendo pressão
Senta”

“Patricinhas e piriguetes no piseiro da madrugada
Subindo em cima da mesa, toma, toma, sua danada (2x)
Bate na bunda dela, toma, toma sua safada
Bate na bunda dela, toma, toma sua safada”

“Chupa logo essa porra
Vai sua filha da puta
Chupa logo essa porra
Vai sua filha da puta
Baba na minha piroca
Baba na minha piroca
Vou fodendo essa danada cheio de ódio na pi
Na pi, na pi, na pi, na pi, na pi, na piroca”

“Vem, rebola, vem, rebola
Vou te machucar daquele jeito que tu gosta
Vem, rebola, vem, rebola
Vou te machucar daquele jeito, então”

“Vou te machucar
Vou te machucar, vem cá
Vou te machucar
Vou te machucar, vem cá
Toma toma toma toma
Toma toma toma
Toma toma toma toma
Toma toma toma”

“É só uma entrada que o livinho vai colocar
Tu fala que é maldosa
Quero ver tu aguentar
Na primeira enfiada tu vai pedir pra eu parar.
Mais eu vou continuar”

“Então
Senta, senta, senta, senta, senta, senta,
Senta, senta, senta, senta, senta, senta
Cansou novinha
Toma, toma, toma, toma, toma, toma, toma, toma, toma, toma, toma, toma”

“Agora eu tô bebendo
E tô bem chapada
Me acabando na balada
Eu tô pronta para jogar a raba”